Moradores denunciam carne envenenada em condomínio de Aparecida de Goiânia

Carne com sonrisal foi encontrada na noite desta segunda-feira (18) e na manhã desta terça-feira (19). Moradores cogitam ir à polícia


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 19/02/2019 às 16:13:39

Carne com sonrisal pode matar animais (Foto: Reprodução/Whatsapp)
Carne com sonrisal pode matar animais (Foto: Reprodução/Whatsapp)

Moradores do Condomínio Orquídeas, localizado no Veiga Jardim, em Aparecida de Goiânia, denunciaram na tarde desta terça-feira (19) que pedaços de carne crua, misturada com Sonrisal, estão sendo distribuídos pelo local. O remédio, indicado para azia e acidez, ao ser ingerido por animais age como veneno, o que vem causando preocupação nos condôminos.

“Quem tem cachorro e gato, tomem muito cuidado, principalmente próximo à grama! Não sabemos quem está fazendo isso, mas é alguém que não gosta de animal. Se verem alguém suspeito, denunciem pois isso não pode ficar assim. Os animais são indefesos!”, diz o áudio enviado no grupo de WhatsApp dos moradores do condomínio.

Carne envenenada foi espalhada na noite desta segunda-feira (18) e na manhã de terça-feira (19) (Foto: Reprodução/Whatsapp)

Carne envenenada foi espalhada na noite desta segunda-feira (18) e na manhã de terça-feira (19) (Foto: Reprodução/Whatsapp)

Kelson Ferreira, um dos moradores, é dono de Nina e Lola. Preocupado, ele diz que o condomínio tem 362 apartamentos e cerca de 100 pets, entre cães e gatos. Segundo ele, os locais onde os pedaços de carne envenenada foram deixados ainda não possuem câmera.

“Foi levantada a hipótese do autor ser algum morador o qual não deve não gostar de animais. Ainda não temos suspeitos, mas se continuar levaremos o caso à polícia. Os animais aqui não incomodam. Nunca foi levado às reuniões alguma reclamação referente a eles”, conclui.

O dono de Nina e Lola está preocupado com a saúde e segurança das cadelas (Foto: Arquivo Pessoal / Kelson Ferreira)

O dono de Nina e Lola está preocupado com a saúde e segurança das cadelas (Foto: Arquivo Pessoal / Kelson Ferreira)