É melhor economizar

Moradores de 77 bairros, em Goiânia e Trindade, podem ficar sem água nesta segunda-feira (20)

Manutenção em uma estação de tratamento pode suspender o fornecimento até às 16h; normalização está prevista para ocorrer ao longo da noite


Thaynara Cunha
Do Mais Goiás | Em: 20/05/2019 às 12:09:27

Normalização está prevista para ocorrer à noite (Foto: Reprodução)
Normalização está prevista para ocorrer à noite (Foto: Reprodução)

Moradores de bairros 77 bairros localizados na região Oeste de Goiânia e em parte Trindade podem ficar sem água nesta segunda-feira (20). Segundo a Saneago, a razão da possível falta d’água se deve a uma manutenção programada a ser realizada em uma estação de tratamento.

Para realizar o serviço, a empresa poderá interromper, parcialmente ou integralmente, o bombeamento de água até as 16h. Em nota enviada ao Mais Goiás, a Saneago informa que a normalização do abastecimento está prevista para ocorrer, gradualmente, ao longo da noite.

A companhia solicita a compreensão da população e alerta para o consumo moderado das reservas domiciliares de água tratada. A população pode contribuir com a estabilidade no sistema ao fazer o consumo consciente das reservas domiciliares do recurso hídrico.

Veja a lista completa dos bairros que poderão ser afetados:

– Araguaia Park, Bairro Capuava, Bairro Floresta, Bairro Ipiranga, Bairro São Francisco, Bairro Village Maringá, Carolina Park, Chácaras Recreio São Joaquim, Chácaras Mansões Rosas, Condomínio Anhanguera, Condomínio do Lago, Condomínio Rio Vermelho, Conjunto Dona Íris I e II, Conjunto Vera Cruz I a VII (Parcial), Conjunto Vida Nova, Jardim Bonanza, Jardim da Luz, Jardim das Oliveiras, Jardim das Rosas, Jardim Imperial, Jardim Ipanema, Jardim Novo Petrópolis, Jardim Petrópolis (Parcial), Jardim Real, Jardim São José (Parcial), Parque dos Buritis, Parque Eldorado (Parcial), Parque Industrial Paulista e Parque Paraíso;

– Recanto das Garças, Renata Park, Residencial 14 Bis, Residencial Ana de Moraes, Residencial Beatriz Nascimento, Residencial Bertim Belchior I e II, Residencial Bosque dos Buritis, Residencial Buena Vista I e IV (Parcial), Residencial Carla Cristina, Residencial Cidade Verde, Residencial Clarissa, Residencial Dezopi, Residencial Dom Rafael, Residencial Jardim do Cerrado I a VII (Parcial), Residencial Junqueira, Residencial Lírios do Campo, Residencial London Park, Residencial Lorena Park, Residencial Luana Park, Residencial Mendanha, Residencial Monte Pascoal, Residencial Mundo Novo (Parcial);

– Residencial Nova Aurora, Residencial Nunes de Moraes, Residencial Park Solar, Residencial Parque Mendanha, Residencial Petrópolis, Residencial Pilar dos Sonhos, Residencial Portal dos Ipês I a III, Residencial Portinari, Residencial Primavera, Residencial São Bernardo, Residencial Solar Ville (Parcial), Residencial Tempo Novo, Residencial Tropical Ville, Residencial Ytapuã, Setor Barra da Tijuca, Setor Cândida de Moraes, Setor das Nações, Setor dos Bandeirantes, Setor Maysa I a III, Setor Palmares, Setor Santos Dumont, Setor Solange Park I a III e Sítio Recreio dos Bandeirantes (Parcial).

 

*Thaynara da Cunha é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Thaís Lobo