Carnaval/RJ

Monobloco faz saideira do carnaval carioca

Sob sol forte, bloco comemora 15 anos com 500 mil de foliões





//

Fechando a maratona de blocos no carnaval, o Monobloco atrai uma multidão de foliões ao centro no Rio na manhã deste domingo para comemorar seus 15 anos. Mesmo sob forte calor – os termômetros marcam cerca de 35°C –, 500 mil pessoas acompanharam o trio elétrico e se espalharam pela Avenida Presidente Vargas, uma das principais vias da região, que está interditada nos dois sentidos.

Na voz dos cantores Pedro Luís, Fábio Allman, Renato Biguli, Alexandre Momo e Pedro Quental, clássicos da música popular brasileira como “Rio 40 Graus”, “Coisinha do Pai” e “Do Leme ao Pontal” já viraram samba. O repertório também inclui marchinhas antigas e até sambas-enredo que fizeram sucesso na Sapucaí, como o cantado pelo Salgueiro em 1993, cujo refrão traz o emblemático “Explode Coração”.

Na bateria, cerca de 160 ritmistas são responsáveis pela trilha sonora da comemoração pelos 15 anos do Monobloco, que tradicionalmente se apresenta no encerramento do carnaval. A concentração começou às 9h deste domingo, com foliões esbanjando criatividade em fantasias, incluindo índias sobre pernas-de-pau.

O itinerário foi alterado este ano, já que a Avenida Rio Branco, tradicional palco do desfile do Monobloco, está em obras. Além disso, duas estações de metrô foram fechadas: Uruguaiana e Presidente Vargas. A grande parte dos foliões que utiliza o metrô para chegar ao bloco pode descer nas estações Carioca ou Central.

Já no começo do desfile, ocorreram algumas confusões e tentativas de furto. De cima do trio elétrico e com uma visão privilegiada, os cantores já pararam a música pelo menos três vezes e apontaram o local onde estavam os responsáveis pelo tumulto.

Tópicos