Alarme Falso

Mochila deixada nas proximidades da sede do MPF em Anápolis não continha explosivos

Informação foi confirmada pelo Bope




A mochila deixada em uma árvore nas proximidades da sede do Ministério Público Federal (MPF) em Anápolis, na manhã desta terça-feira (27), não continha nenhum tipo de explosivo. A informação foi confirmada pelo comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope), tenente-coronel Wellington Urzêda.

Conforme o tenente-coronel, agentes do batalhão constataram que o objeto não apresentava nenhum risco real e o retiraram da árvore. Pouco tempo depois, o morador de rua que havia deixado a mochila por lá retornou e explicou que não a havia abandonado.

“Na mochila tinha alguns pertences pessoais dele, como roupas. Ele apenas deixou lá para ir buscar depois, mas as pessoas ficaram com medo”, disse Urzêda. Segundo ele, o caso tratou-se de um mal entendido e não deve haver desdobramentos.

Mesmo se tratando de um alarme falso, o tenente-coronel ressalta que os funcionários que acionaram a PM tomaram a atitude correta. “Nunca se sabe quando o risco pode ser verdadeiro”, pontuou.