Em plena crise

Ministros do STF reajustam seus salários de R$33,7 mil para R$39 mil

O Supremo vai encaminhar um projeto de lei ao Congresso incluindo no Orçamento do próximo ano o valor para honrar o reajuste.




Sessão administrativa do Supremo Tribunal Federal marcada para hoje vai decidir o reajuste de 16% para os ministros do STF a partir de 2016. Com o aumento, os vencimentos vão subir de R$ 33,7 mil para R$ 39 mil mensais. O Supremo vai encaminhar um projeto de lei ao Congresso incluindo no Orçamento do próximo ano o valor para honrar o reajuste.

O aumento incide diretamente na “emenda-bomba” que atrela os salários de advogados da União e delegados das polícias Federal e Civis a 90,25% dos vencimentos dos membros do STF. Também com validade a partir do próximo ano.

O Supremo também analisa esta semana uma nova proposta de reajuste salarial para os 120 mil servidores do Judiciário Federal. O governo acenou com a possibilidade de conceder reajuste médio de 43%a 45% também em quatro anos, como foi proposto para o Executivo. Mas o índice de correção foi menor, de 21,3%.