Burocracia

Ministério da Saúde repassará a Goiás nesta segunda Hospital de Campanha de Águas Lindas

Montagem do local ficou pronta em 23 de abril e após um mês ainda não começou a funcionar


Samuel straioto
Do Mais Goiás | Em: 24/05/2020 às 18:01:16

Unidade de Águas Lindas é uma das geridas em Goiás pela OS investigada (Foto: Alberto Ruy/Minfra)
Unidade de Águas Lindas é uma das geridas em Goiás pela OS investigada (Foto: Alberto Ruy/Minfra)

A gestão do Hospital de Campanha (HCamp) de Águas Lindas de Goiás deverá ser repassada pelo Ministério da Saúde ao governo estadual na manhã desta segunda-feira (25). A unidade servirá como suporte para tratamento de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus e está pronta desde 23 de abril.

A montagem do HCamp foi iniciada em 7 de abril e a previsão de gastos era de R$ 10 milhões. Semanas anteriores, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), reclamou que a unidade seria sendo entregue sem os 40 leitos de UTI que estavam previstos no início da construção, ainda quando Luiz Henrique Mandetta era ministro da Saúde.

O governador havia destacado que 40 respiradores que o Estado havia adquirido foram bloqueados pelo governo federal e direcionados para regiões com maior gravidade em relação ao coronavírus. Caiado argumentou que, pelo menos parte dos respiradores deveriam ser encaminhados como compensação para a unidade.

O local deve começar a funcionar na próxima semana somente com os 200 leitos de enfermaria. Na última sexta-feira (22), o Ministério da Saúde assinou o acordo de cooperação com o Estado de Goiás, em que estão definidas as responsabilidades das duas partes desde a estruturação e manutenção até a desmontagem da unidade, após o fim da pandemia.

O local foi visitado por Ronaldo Caiado e pelo presidente da República, Jair Bolsonaro no dia 11 de abril. O Estado já concluiu o processo de contratação, em caráter emergencial, do Instituto dos Lagos (RJ), Organização Social que ficará responsável pela gestão do hospital.

A unidade atenderá pacientes de Águas Lindas de Goiás e de outros, seis municípios do Entorno do Distrito Federal: Santo Antônio do Descoberto, Valparaíso de Goiás, Novo Gama, Luziânia, Cidade Ocidental e Cristalina. Juntos, os municípios têm uma população estimada em 1,2 milhão de habitantes, e se necessário, pacientes do Distrito Federal

O HCamp conta com cinco mil metros quadrados de área construída. A estrutura da unidade está dividida em dois galpões.  O menor será utilizado pelos profissionais da área da Saúde, como dormitório, refeitório, banheiros e higienização.

No galpão maior serão realizadas as instalações dos leitos, que poderão ser adaptados para o funcionamento de unidades de terapia semi-intensiva.