Limpa

Miley Cyrus ficou sóbria para não morrer aos 27 anos, como outros artistas

A cantora citou Amy Winehouse e Kurt Cobain como artistas que entraram para o "Clube dos 27"


Murillo Soares
Do Mais Goiás | Em: 24/11/2020 às 16:09:53

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Há uma lenda entre as estrelas sobre o “Clube dos 27”. Alguns excelentes artistas morreram aos 27 anos – Kurt Cobain, Amy Winehouse e Jimi Hendrix, por exemplo. Miley Cyrus, entretanto, não queria entrar para esta estatística e, por isso, decidiu ficar sóbria.

Foi o que ela contou em entrevista ao New Music Daily (via Popline). Segundo ela, a sobriedade foi para “se proteger” desta “maldição”. “[Os 27 anos] é um momento muito importante. Ou você vira a página [em relação às drogas] ou é isso. Eu sinto que alguns dos artistas não conseguiram lidar com os próprios poderes, as próprias forças. É energia”, disse a cantora.

Em diversas vezes, no passado, Miley Cyrus revelou usar maconha regularmente. E, de acordo com a artista, ela usa esta mesma sinceridade para falar da sobriedade. Ela reconhece que teve recaídas e que teve paciência neste período.

Uma das técnicas que usei ao longo deste processo foi: ‘Não fique furioso, fique curioso’. Não fique com raiva de si mesmo, mas pergunte-se o que aconteceu.

A cantora completou 28 anos nesta terça-feira (24).

Plastic Hearts

O novo disco de Miley Cyrus, Plastic Hearts, será lançado nesta sexta-feira (27/11). A julgar pelos singles já lançados, o projeto parece ser uma “carta de amor” ao Glam Rock da década de 1980, com uma pitadinha de pop e um pouquinho de disco music.

O álbum terá participações de grandes ícones desta época, como Joan Jett, Billy Idol e Stevie Nicks. Há ainda um dueto com Dua LipaPrisoner. A faixa, lançada na última quarta-feira (19), tem simples de Physical, música famosa na voz de Olivia Newton-John.

Assista Prisoner, de Miley Cyrus: