Brasil

Microcefalia: OMS garante que vacinas da rede pública brasileira são seguras

Na nota, a OMS esclarece que vacina contra a rubéola não está no calendário das grávidas e também que sua aplicação em mulheres que ainda desconheciam a gravidez não resultou em consequências negativas para o feto.

Da Agência Brasil | Postado em: 16/02/2016 às 09:52:34
Microcefalia: OMS garante que vacinas da rede pública brasileira são seguras
(Foto: Agência Brasil)


Compartilhe



Compartilhe