Crime Eleitoral

Mesário é preso após forçar idosa a votar em seus candidatos em Itumbiara

De acordo com a Polícia Civil (PC), o homem entrou na cabine de votação sem a idosa pedir ajuda e digitou os números de três candidatos que ele queria


Kayque Juliano
Do Mais Goiás | Em: 07/10/2018 às 20:02:18

O mesário pagou fiança e foi liberado.Foto: Giuliane Nasciment/TV Anhanguera
O mesário pagou fiança e foi liberado.Foto: Giuliane Nasciment/TV Anhanguera

Um mesário, que não teve a identidade divulgada, foi preso em flagrante na tarde deste domingo (7) suspeito de escolher forçadamente três candidatos para uma idosa, de 73 anos, em um zona eleitoral no Setor Paranaíba, em Itumbiara. De acordo com a Polícia Civil (PC), o homem, que também era presidente da seção, teria entrado na cabine de votação mesmo sem a eleitora ter pedido sua ajuda. Ele foi conduzido para a delegacia onde pagou fiança de três salário mínimos e foi liberado.

Segundo o delegado Vinícius Penna, a senhora chegou na Escola Senai acompanhada da filha e do genro, momento em que entrou na seção eleitoral e foi abordada pelo mesário. “De acordo com ela, o homem foi até a cabine, mesmo sem ela pedir, e forçou ela a votar em três candidatos que ele queria. Ela alega que ele pegou os dedos dela e digitou os números dos candidatos. Depois de votar em três, ela brigou com ele e continuou a votação”, explica o delegado.

Depois da situação, a idosa juntamente com os familiares procuraram a delegacia e uma equipe se deslocou até o local onde fez a prisão em flagrante do mesário. Para a polícia ele nega a acusação e diz que apenas ajudou a mulher.

O homem foi autuado e, posteriormente, liberado. Ele responderá em liberdade pelo crime previsto no artigo 309 do Código Eleitoral: “votar ou tentar votar mais de uma vez, ou em lugar de outrem”.

Procurados, o Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE) e a Polícia Militar (PM) não atenderam as ligações.