Violência

Menino de 11 anos pode ter sido morto por pelo menos cinco pessoas, diz PC

Crime foi cometido em Águas Lindas no início de novembro. Conselho Tutelar do DF chegou a solicitar internação compulsória, mas o caso não foi julgado a tempo


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 22/11/2019 às 19:02:49

(Foto: Reprodução / PM)
(Foto: Reprodução / PM)

Pelo menos cinco pessoas estão envolvidas na morte do garoto de 11 anos que aconteceu no dia 5 de novembro em Águas Lindas, no entorno do Distrito Federal. É o que acredita a Polícia Civil (PC), que investiga o caso. A suspeita é de que a criança, que tinha várias passagens pela polícia e várias ameaças de morte por traficantes de drogas, foi espancada até a morte por vingança. Ainda não há suspeitos do crime.

O corpo do garoto foi encontrado em um lote baldio com vários sinais de agressões na cabeça. De acordo com o delegado Cléber Martins, tudo indica que o crime foi premeditado e que as pessoas levaram a vítima até o local do crime. A polícia já colheu depoimentos e agora espera os laudos do cadáver e do local do crime.

O menino cometia crimes pelo menos desde os sete anos de idade. No dia anterior ao que o corpo foi encontrado, ele participou de dois furtos. O caso também é acompanhado pelo Conselho Tutelar de Taguatinga (DF), que chegou a pedir a internação compulsória do garoto. Entretanto, o caso não foi julgado a tempo e ele foi assassinado antes.

O conselheiro Cleiton Vital afirmou que a criança se tornou agressiva após o excessivo consumo de drogas. Por isso, ele rejeitava as medidas de proteção. O menino já havia sido internado em duas instituições: Abrigo Casa de Moisés, em Águas Lindas (GO), e a Unidade de Acolhimento para Crianças e Adolescentes (Unac), em Taguatinga (DF). Em todos os casos por ter cometido furtos.