TRAGÉDIA

Menina de dois anos é morta por cachorro na Argentina

Garotinha chegou a ser levada no hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morre de uma parada cardíaca


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 09/11/2020 às 18:23:04

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Uma criança de dois anos foi morta pelo cachorro da família, na Argentina, segundo informações do The Sun. O caso ocorreu em uma casa no bairro El Dique, em Buenos Aires, segundo o jornal argentino Página 12. A garotinha, que tomava leite quando foi atacada, chegou a ser atendida e levada ao Hospital Infantil de La Plata, mas não resistiu.

Durante o ataque, a menina que chamava Guadalupe sofreu ferimentos no rosto e pescoço. Devido à gravidade de seus ferimentos, ela morreu de uma parada cardíaca minutos depois de chegar ao hospital. Vizinhos disseram a um jornal local que os pais da criança têm o cachorro desde filhote e alegaram que ele nunca mostrou sinais de agressão.

Após o ataque, um policial que foi chamado à casa disse que o animal estava acostumado a viver com a família. O cachorro é da raça Dogo Argentino – ou Mastiff Argentino.

A espécie é proibida em vários países, incluindo Islândia, Dinamarca, Turquia, Ucrânia, Austrália, Cingapura e Nova Zelândia, além do Reino Unido.

Sobre a raça, segundo o American Kennel Club, trata-se de um “cão de caça em matilha, criado para a caça de grandes animais como javalis e puma, e possui a força, inteligência e capacidade de resposta rápida de um atleta sério”.

Guadalupe, de 2 anos (Foto: Newflash)

A notícia foi veiculada no site argentino no último dia 5.