Cidades

Médico e hospital são condenados a pagar R$ 200 mil à criança por erro médico em parto

Devido a demora para a retirada do feto, a criança ficou tetraplégica, devido a falta de oxigênio no cérebro. Os condenados também deverão pagar uma pensão para o menino até completar 72 anos, no valor de um salário mínimo

Do Mais Goiás | Postado em: 24/04/2018 às 10:16:15
Médico e hospital são condenados a pagar R$ 200 mil à criança por erro médico em parto
Mulher ficou 10 horas para realização do parto, o que causou complicações físicas e motoras em seu filho (Foto: Reprodução)


Compartilhe



Compartilhe