Violência

Médico da reserva da PM é morto a tiros em Goiânia

Segundo informações preliminares repassadas pela PM, Antônio Carlos de Castro foi baleado por três homens que estavam em um Ford Fusion, no momento em que se dirigia para a casa de um amigo.


Altemar Santos
Do Mais Goiás | Em: 13/02/2018 às 10:45:02

Antonio Carlos não resistiu aos ferimentos e morreu no local | Foto: Reprodução
Antonio Carlos não resistiu aos ferimentos e morreu no local | Foto: Reprodução

O médico ortopedista e traumatologista Antônio Carlos de Castro, de 64 anos, que fazia parte da reserva da Polícia Militar, foi morto a tiros na Avenida B, no Jardim Santo Antônio, em Goiânia, no início da noite desta segunda-feira (12).

Imagens de câmeras de segurança – que já estão com a polícia – mostram quando o médico é abordado por dois criminosos armados, que estavam parados na esquina.

A princípio, a polícia suspeita que o médico tentou fugir acelerando o veículo, ocasião em que os dois criminosos atiraram várias vezes.  Após ser baleado, o médico ainda tentou fugir. Mas poucos metros depois, ele perdeu o controle da direção do veículo – que subiu na calçada – e bateu em um poste.

Após atingirem a vítima, os dois atiradores fugiram em um carro modelo Ford Fusion de cor prata, que era dirigido por um terceiro comparsa. Durante toda a noite e madrugada, militares de várias unidades fizeram buscas em Goiânia, mas não conseguiram localizar os três criminosos.

Antônio Carlos de Castro não resistiu aos ferimentos e morreu antes da chegada do socorro médico.

A reportagem do MAIS GOIÁS apurou que o médico foi abordado quando seguia para a casa de um amigo.

A Delegacia de Investigações de Homicídios (DIH) já está investigando o assassinato, mas o delegado responsável pelo caso ainda não se pronunciou sobre o crime.

Ortopedista e referência em traumatologia em Goiás, principalmente no meio esportivo, Antônio Carlos de Castro trabalhava na Clínica do Esporte, e era bastante conhecido, e querido em Goiás. Pelas redes sociais, várias pessoas lamentaram a morte do médico.

Em nota, a Polícia Militar lamentou a morte do Tenente:

NOTA DE FALECIMENTO DO TEN QOS ANTÔNIO CARLOS DE CASTRO

É com tristeza e muito pesar que a Polícia Militar do Estado de Goiás informa o *falecimento do Ten QOS Antônio Carlos de Castro, médico da reserva, pai da Ten QOS Laura de Castro, neurologista. O velório está sendo realizado nesta manhã no Cemitério Parque Memorial de Goiânia, sala 05. O sepultamento está previsto para às 13h, no mesmo local.

Marcelo Granja – Tenente Coronel
Assessor de Comunicação Social da PMGO