Do Mais Goiás

Medalhista olímpica é pega em doping com mesma substância de Sharapova

A Federação Russa de Natação informou que recebeu o comunicado da Fina (Federação Internacional de Natação) que confirma a suspensão provisória da medalhista de bronze de Londres-2012 (100 m).

A nadadora russa Yulia Efimova, 23, pode ser banida do esporte após ter testado positivo para o medicamento Meldonium. Desde que a substância entrou na lista de proibições da Wada (sigla em inglês para Agência Mundial Antidoping), em janeiro, mais de 100 atletas de diferentes modalidades testaram positivo, incluindo a tenista Maria Sharapova.

A Federação Russa de Natação informou que recebeu o comunicado da Fina (Federação Internacional de Natação) que confirma a suspensão provisória da medalhista de bronze de Londres-2012 (100 m).

Em 2013, Efimova testou positivo para o esteroide anabólico DHEA após uma competição em Los Angeles e ficou 16 meses suspensa. Se condenada novamente, a atleta que soma outras dez medalhas em campeonatos mundiais em piscina longa (50 m) pode ser banida do esporte.

Com livre uso na Rússia, mas não reconhecido pelas autoridades dos EUA, o Meldonium só entrou na lista de substâncias proibidas da Wada em janeiro deste ano. O medicamento ajuda a melhorar o fluxo sanguíneo e tem sua origem ligada à Letônia. O consumo é disseminado entre atletas do leste da Europa e outros que compuseram a União Soviética.