Maternidade Oeste é aberta para atender pacientes infectados pelo coronavírus

Inicialmente serão destinadas 30 leitos de UTI para pessoas diagnosticadas com covid-19. Número pode aumentar conforme a demanda

Localizada no conjunto Vera Cruz, em Goiânia, a Maternidade Oeste foi aberta nesta segunda(6) para atender pacientes com coronavírus. (Foto: divulgação/Prefeitura de Goiânia)
Localizada no conjunto Vera Cruz, em Goiânia, a Maternidade Oeste foi aberta nesta segunda(6) para atender pacientes com coronavírus. (Foto: divulgação/Prefeitura de Goiânia)

Localizada no conjunto Vera Cruz, em Goiânia, a Maternidade Oeste Célia Câmara foi aberta nesta segunda-feira (6) para atender pacientes infectados pelo coronavírus. Unidade seria inaugurada até o início de maio, mas foi transformada em Hospital de Campanha para tratamento exclusivo de casos da covid-19. Local já está apto a receber pacientes contaminados. Unidade será administrada pela Organização Social (OS) Fundação de Apoio ao Hospital das Clínicas.

Ao todo, a unidade hospitalar possui 186 leitos de UTI. Inicialmente, porém, 30 leitos serão disponibilizados para o tratamento de pessoas diagnosticadas com coronavírus. Este número poderá ser ampliado de acordo com a demanda e o quantitativo total poderá ser utilizado caso necessário.

Segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), 10 leitos pediátricos e duas UTIs de apoio estão sendo montados na unidade. Até o final de maio, o Hospital contará com 60 leitos, sendo 50 entre UTIs adulto e pediátrico, e as outras 10 de enfermarias de apoio. Mais de 300 profissionais entre médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e profissionais de áreas de apoio atuarão na unidade.

A ideia é que os pacientes continuem tendo o primeiro atendimento nas unidades de saúde básica. Caso necessitem de internação em leitos de UTI, serão encaminhados à Maternidade Oeste.

O local foi transformado em Hospital de Campanha no último dia 25 de março após reunião por meio de videoconferência entre o prefeito Iris Rezende, secretária de Saúde de Goiânia, Fátima Mrué; presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Outros Hospitais de Campanha

Ao todo, o Estado de Goiás terá 10 Hospitais de Campanha para o Enfrentamento ao Coronavírus (HCamp) distribuídos na capital e em sete cidades do interior. Unidades serão provisórias e vão atender apenas pacientes infectados pelo novo vírus. Cerca de 800 leitos vão ser instalados nos municípios de Anápolis (300), Águas Lindas (ainda não divulgado), Formosa (60), Luziânia (80), Jataí (100), Porangatu (50) e Itumbiara (200). Previsão é de que, no interior, os locais comecem a funcionar em aproximadamente 30 dias.

Em Goiânia, o Hospital do Servidor tem sido utilizado como Hospital de Campanha e já possui pacientes internados com coronavírus. O local possui 222 leitos, sendo 70 para casos críticos e 140 para semicríticos. A Maternidade Oeste foi aberta nesta segunda-feira (6) para o mesmo fim e o Hospital das Clínicas também irá receber pessoas com a covid-19. A previsão é de liberação de 40 vagas em leitos de UTI.