Mundial Feminino de Futebol

Marta faz história, e Brasil vence primeira no Mundial

Com o gol, Marta se tornou a maior artilheira da história da Copa do Mundo, tendo, agora, 15 gols em quatro edições disputadas.





//

Marta voltou a fazer história na noite desta terça-feira. Cinco vezes considerada melhor jogadora do mundo, a camisa 10 marcou de pênalti na vitória da Seleção Brasileira sobre a Coreia do Sul por 2 a 0 em Montreal, no Canadá, na estreia da Copa do Mundo Feminina, e se tornou a maior artilheira da história da competição, agora com 15 gols. Também veterana do time canarinho aos 37 anos, Formiga anotou o primeiro tento canarinho na partida e se tornou a jogadora mais velha a balançar as redes no Mundial.

Com o resultado, o Brasil largou na frente no Grupo E da competição, uma vez que Espanha e Costa Rica empataram por 1 a 1 na outra partida da chave. A Coreia do Sul, por sua vez, fica na lanterna.

A Seleção Brasileira fez um primeiro tempo equilibrado com as asiáticas e abriu o placar aos 33 minutos, quando Formiga aproveitou vacilo da zaga adversária para colocar a equipe em vantagem. Logo no início da etapa complementar, Marta converteu pênalti também sofrido por Formiga e marcou seu 15º gol na história das Copas, superando a já aposentada alemã Birgit Prinz, com quem dividia a artilharia geral da competição.

O próximo compromisso das brasileiras na competição está marcado para as 17 horas (de Brasília) deste sábado, quando a equipe verde e amarela enfrenta a Espanha, novamente em Montreal. As coreanas, por sua vez, encaram a Costa Rica no mesmo dia, três horas mais tarde.