Literatura

“Marconi transformou o Palácio das Esmeraldas em um espaço cultural”, afirma autor de O Caminho dos Passantes

C. J. Oliveira lançou primeira obra de sua autoria no Salão Dona Gercina Borges




O Palácio das Esmeraldas sediou, na noite desta quarta-feira (5/10), o lançamento do livro O Caminho dos Passantes (Ed Kelps, Goiânia), primeira obra publicada por C. J. Oliveira. Mais de 200 convidados participaram de uma rodada de autógrafos do autor, que é Engenheiro Civil. “O governador Marconi Perillo transformou o Palácio das Esmeraldas em um espaço cultural, com vários lançamentos de obras da nossa literatura”, agradeceu Oliveira.

Em um livro de contos, o autor transformou fatos do cotidiano dele em ficção. “Tem uma história do livro chamada ‘Tocaia’, que é quase uma novela. É uma história real. Eu preservei a essência desta história”, contou. Em outro conto intitulado ‘Descaminhos’, ele trata da saga de uma família, “na verdade é a minha família. Escrevi de uma forma literária”, adiantou.

“Numa escrita inteligente, clara e com períodos curtos, os contos de C. J. Oliveira proporcionam a nós, leitores, um delicioso e instigante encontro com personagens inesquecíveis”, escreveu a crítica literária, Paola Santiago, sobre O Caminho dos Passantes. Nascido em Goiânia, o autor de 48 anos é vencedor do 22º Prêmio Sesi de Arte e Criatividade e do Prêmio Bolsa de Publicações Hugo de Carvalho Ramos, de 2015, com o livro de contos “Ciclo dos Ventos”, ainda não publicado.