EM NOTA

Marconi parabeniza TJ-GO por produtividade na epidemia

Tribunal goiano se destacou entre os dez mais produtivos do país


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 20/05/2020 às 19:07:55

Marconi Perillo (Foto: Divulgação)
Marconi Perillo (Foto: Divulgação)

O ex-governador Marconi Perillo (PSDB) soltou uma nota, na tarde desta quarta-feira (20), parabenizando o trabalho dos desembargadores, juízes e servidores do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) durante os dois meses de regime de teletrabalho do órgão durante o período de quarentena.

O TJ se destacou neste período de isolamento social entre os dez tribunais do país na análise de todos os atos judiciais e recursos destinados para combate ao coronavírus. Os números estão disponíveis no painel do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que analisaram a produtividade dos Tribunais em tempos de Covid-19.

Na nota, Marconi afirma que conhece a competência e dedicação da Magistratura goiana. “Sei da competência e dedicação da Magistratura de Goiás. Conheço a fundo o comprometimento de juízes (as) desembargadores (as) e servidores (as) com o bem comum e a correta prestação da Justiça”, escreveu o ex-governador.

Ele escreve ainda que a Justiça goiana deixa os goianos orgulhosos por ser formada por homens e mulheres de muita competência e valor profissional. No final, parabeniza ao presidente do órgão, desembargador Walter Carlos Lemes, e a todos os ex-presidentes e membros do Tribunal.

Leia na íntegra a nota do ex-governador Marconi Perillo parabenizado os servidores do TJ-GO:

“Não foi surpresa para mim tomar conhecimento de que a produção dos desembargadores, juízes e servidores durante as oito primeiras semanas do regime de teletrabalho colocou o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) entre os dez tribunais do país na análise de todos os atos judiciais – sentenças e acórdãos, decisões e despachos – e, ainda, em recursos destinados para combate à Covid-19. Os números estão disponíveis no painel do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).
Sei da competência e dedicação da Magistratura de Goiás. Conheço a fundo o comprometimento de juízes (as) desembargadores (as) e servidores (as) com o bem comum e a correta prestação da Justiça.
“A justiça atrasada não é justiça; senão injustiça qualificada e manifesta”, ensinou Rui Barbosa.
Aqui em Goiás, isso não ocorre e nos deixa orgulhosos pelo Judiciário que temos, formado por homens e mulheres de muito valor e correção profissional.
Parabéns à Magistratura goiana!
Parabéns ao presidente Walter Carlos Lemes!
Parabéns aos ex-presidentes do Tribunal de Justiça de Goiás!
Parabéns a todos do Judiciário goiano pela bela conquista!
Marconi Perillo”