Investimentos

Marconi garante recursos para conclusão de obras de Itegos

FNDE libera mais R$ 10 milhões para obras de institutos tecnológicos; outros R$ 10 milhões para conclusão de unidades já estão assegurados




O governador Marconi Perillo assegurou junto ao governo federal a liberação dos R$ 20 milhões necessários para a conclusão das obras de construção e expansão de sete Institutos Tecnológicos (Itegos) e unidades de capacitação profissional em Goiás. As unidades são construídas com contrapartida estadual, que já foi liberada, e os primeiros R$ 10 milhões da participação federal, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), serão liberados nos próximos dias.
 
As obras são executadas pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (SED). Os recursos restantes serão repassados pelo fundo no ano que vem, de acordo com o prazo estipulado para a conclusão das obras. Estão em construção cinco novas unidades, a expansão do Itego de Catalão e a construção de unidade de capacitação de Piracanjuba.
 
As obras são referentes aos Itegos José Luiz Bittencourt, em Goiânia; Roberto Civita, em Aparecida de Goiânia; Itego Paulo Renato Souza, em Valparaíso; Sarah Kubitschek de Oliveira, em Santo Antônio do Descoberto; Itego Raul Brandão de Castro, em Mineiros; expansão do Itego Aguinaldo de Campos Netto, em Catalão; e o Centro de Ensino Profissionalizante (CEP) de Piracanjuba.
 
Construídos com recursos do Tesouro Estadual e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), os Itegos integram a Rede Pública Estadual de Educação Profissional (Rede Itego), cujo objetivo é impulsionar o setor produtivo goiano em todas as regiões do Estado. 
 
Além dos institutos tecnológicos, a Rede Itego é constituída também por 60 colégios tecnológicos – Cotecs –, que têm como missão principal atender os arranjos produtivos locais (APLs) com capacitação profissional, prestação de serviços tecnológicos e ações de inovação.
Itegos e Cotecs são vinculados à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Irrigação (SED) por meio da Superintendência Executiva de Ciência e Tecnologia.
 
Os municípios que possuem unidades da Rede Itego são: Goiânia (três unidades), Catalão (duas unidades), Anápolis, Caiapônia, Ceres, Cristalina, Goianésia, Goiás, Goiatuba, Piranhas, Porangatu, Santa Helena de Goiás e Uruana.
 
A unidade com execução de obra é de Santo Antônio do Descoberto. Com investimento total de R$ 8,9 milhões, 92% da obra já foram executados. O valor já efetuado totaliza R$ 6,9 milhões. A previsão de inauguração é para este ano. Em situação semelhante está a Escola Padrão MEC/FNDE – Itego Aguinaldo de Campos Netto, localizada em Catalão. O valor total da obra foi orçado em R$ 591 mil, sendo que 98% das obras já foram executadas. 
 
Com 83% das obras concluídas, o Itego Roberto Civita, em Aparecida de Goiânia tem recursos previstos na ordem de R$ 8,5 milhões. Em Goiânia, a Escola Padrão MEC/FNDE – Itego José Bittencourt está com 79% do complexo já executado e terá recebido, ao fim da obra, investimentos totais de R$ 8,9 milhões.
 
Outra unidade em estágio avançado é o Itego Raul Brandão de Castro, localizada em Mineiros. Com investimentos totais previstos de R$ 9,1 milhões, a obra está com 61% da estrutura concluída.
 
Em Valparaíso, o Itego Paulo Renato Souza receberá ao final investimento de R$ 8,1 milhões. Já foram executados 27% da obra. Em Piracanjuba, o Centro de Ensino Profissionalizante (CEP) possui previsão de recursos da ordem de R$ 390 mil e já teve 25% da estrutura concluída.
Tópicos