Rally dos Sertões

Marconi dá a largada ao Rally dos Sertões no autódromo de Goiânia

Neste ano, o Rally reúne um grid com 146 veículos (motos, quadriciclos, UTVs e carros). Como de praxe, o prólogo abrirá as disputas.




Acompanhado da primeira-dama e presidente da Organização das Voluntárias de Goiás – OVG –, Valéria Perillo, do vice-governador José Eliton e esposa, Fabrina Muller, e ao lado de Marcos Moraes, diretor presidente do Rally dos Sertões, o governador Marconi Perillo (PSDB) esteve no final da tarde deste sábado no Autódromo Internacional de Goiânia Ayrton Senna para dar a largada da 24ª edição da competição.

Antes do ato solene, que contou com a largada simbólica de seis motos que irão participar da prova, o governador visitou alguns estandes, dentre eles os do Detran e da Polícia Militar.  Neste ano, o Rally reúne um grid com 146 veículos (motos, quadriciclos, UTVs e carros). Como de praxe, o prólogo abrirá as disputas. A tomada de tempo, que definiu a ordem de largada para a primeira etapa, aconteceu na amanhã deste sábado na Cidade Apha Goiás, em Senador Canedo.

No total, a competição terá 3.212 quilômetros. Depois da largada em Goiânia, que ocorrerá oficialmente na madrugada deste domingo, a rota seguirá rumo a Padre Bernardo (GO), Cavalcante (GO), Posse (GO), Luís Eduardo Magalhães (BA), Mateiros (TO) e Ponte Alta (TO). A chegada será em Palmas, no Tocantins, no dia 10 de setembro.

Na solenidade de largada do Rally, Marconi falou da satisfação que tem em poder oferecer o autódromo Internacional de Goiânia para mais esta edição. “O nosso autódromo não foi reformado. Ele praticamente é um novo autódromo, considerado hoje pelos especialistas em provas automobilísticas como o melhor do Brasil”.

O Rally dos Sertões entra este ano em sua 24ª edição, 14 das quais iniciadas em Goiânia. Destas, o governador Marconi Perillo lembra ter participado de pelo menos 12 edições, sempre incentivando os organizadores e oferecendo a infraestrutura necessária para a largada da maior prova automobilística com características rurais da América Latina.

O governador previu que no ano que vem, quando a prova completará 25 anos, Goiânia oferecerá uma grande festa para comemorar as bodas de ouro da competição. Ele abordou ainda a importância da prova do ponto de vista da conscientização ambiental.

“O trabalho que todos vocês fazem de conscientização para toda a população, ao longo do trajeto, é exemplar e merece ser aplaudido”, elogiou, para em seguida destacar também o que chamou de “visão de responsabilidade social dos organizadores e participantes”.

Batizado pelos organizadores como o “Rally da Solidariedade”, o ato marcante da solenidade foi a entrega de uma tonelada de alimentos (leite e cestas básicas) para os programas de inclusão social da OVG.  

Marconi entende que o Rally dos Sertões valoriza e destaca  o Estado de Goiás. “Ele mostra para o mundo as nossas belezas naturais e o nosso potencial turístico. Goiás ganha nesses dias de prova, uma mídia gratuita extraordinária. Não tem preço a visibilidade que o Rally dá a Goiás e a todos os outros estados por onde ele passa”.