Visita especial

Marconi apresenta o CRER a Eduardo Cunha e recebe elogios pelo excelente padrão

Presidente da Câmara dos Deputados diz que o CRER possui o mesmo modelo de qualidade de hospitais como o Sara Kubitschek e o Lucy Montoro




O governador Marconi Perillo apresentou, na tarde de hoje, ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, o Centro de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (CRER). Cunha visitou a instituição para lançar o Prêmio Brasil Mais Inclusão, instituído ontem pela Câmara, para ser concedido a empresas públicas ou privadas, entidades ou personalidades que se destacam na inclusão de pessoas com deficiência. Criado em 2002, no primeiro governo de Marconi, o Crer comemora hoje 13 anos de atendimento a pacientes de Goiás e de vários outros estados.

O governador conduziu a visita acompanhado pelo superintendente executivo da Associação Goiana de Integralização e Reabilitação (Agir, Organização Social que administra o CRER), Sérgio Daher, e o secretário da Saúde, Leonardo Vilela. Ao apresentar ao presidente da Câmara e à sua esposa, jornalista Cláudia Cruz, todas as alas da unidade, informou-lhes que o Crer é a única instituição do Centro-Oeste reconhecida pelo Ministério da Saúde como CER IV, que significa estar habilitada a trabalhar na reabilitação das quatro modalidades de deficiências: física, auditiva, visual e intelectual. O Crer possui, ainda, certificado de Acreditação Plena – nível 2, concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA).

O governador apresentou a Cunha as salas de produção de cadeiras de rodas motorizadas e botas ortopédicas. Acompanhados também por trabalhadores da instituição, Marconi e Cunha visitaram os pacientes que realizavam diferentes exercícios de reabilitação. O governador cumprimentou a todos, questionou as causas que os levaram a procurarem o CRER e se estavam sendo bem atendidos. Os pacientes responderam unanimemente que estavam sendo muito bem tratados pela equipe do hospital. Marconi informou a Cunha que o CRER obedece aos padrões de atendimento de qualidade e humanização exigidos pela ONA.

“Em 13 anos de trabalho sério e feito com muito carinho, o CRER já realizou mais de 11 milhões de procedimentos, e produziu mais de 85 mil próteses em sua oficina ortopédica”, acrescentou. Ao final da visita, Cunha fez o lançamento do Prêmio Brasil Mais Inclusão e relatou a boa impressão que levará do CRER: “O trabalho feito no CRER é muito bonito. Percebi que não só os pacientes, mas também os trabalhadores têm alegria, e os pacientes a certeza de que estão sendo bem atendidos. O que vi foram funcionários trabalhando e dando o melhor de si. Esta instituição tem tudo para ser agraciada com o prêmio que lançamos ontem na Câmara”.

“O governador está de parabéns por essa instituição funcionando dessa forma. Fico muito feliz porque visito muitos lugares e conheço o que tem de atendimento nos outros lugares. Com certeza absoluta, o CRER está no padrão que a gente vê nos hospitais Sara Kubitschek, de Brasília e do Rio de Janeiro, e do Lucy Montoro, em São Paulo”, emendou Cunha.

Marconi agradeceu ao presidente da Câmara pelo interesse em conhecer a instituição em uma data emblemática, em que ela comemora 13 anos. “Essa visita representa o interesse das autoridades do Brasil em conhecer uma instituição tão séria, democrática e humana como é o CRER. É importante que uma autoridade como o presidente da Câmara conheça uma instituição como essa, não só para divulgar, mas também para apoiar”, afirmou.