Do Mais Goiás

“Marconi agiu como estadista”, diz Paulo Garcia, sobre renovação da concessão da Saneago

Projeto assinado nesta sexta inclui Prefeitura no Conselho Administrativo da Saneago

Ao assinar, na manhã de hoje, o projeto de renovação da concessão dos serviços de água e esgoto em Goiânia para a Saneago, o prefeito Paulo Garcia definiu o governador Marconi como Estadista. “O governador, como chefe de Estado, aguardou a discussão da matéria por todas as partes envolvidas”, contou. Marconi retribuiu com agradecimentos, ao lembrar que o prefeito participou das discussões do projeto desde 2011 “com as atitudes extremamente sensatas, equilibradas, ponderadas, sem jamais entrar no jogo baixo da politicagem”.

O projeto de lei, assinado também pelo governador, renova a concessão por mais 30 anos, a partir de 2023, e cria o Conselho de Saneamento de Goiânia, que contará ainda com participação da Prefeitura. O objetivo do Conselho é discutir e definir projetos de saneamento. Marconi definiu o momento como “data histórica”, o que o levou a faltar a uma reunião do PSDB, em São Paulo.

Ele explicou que durante o debate em torno do projeto pela Câmara, Prefeitura e Saneago, prevaleceu o “bom senso e o republicanismos, onde todos ganham.” E confirmou: “Eu não pedi ao prefeito que encaminhasse o projeto. Essa é uma um discussão que ele fez com o secretário Jeovalter (Correia, das Finanças), com a Saneago e com o presidente da Câmara, Anselmo Pereira”.

Vapt Vupt

O governador ressaltou a importância das relações que tem tido com todos os entes federativos, sobretudo com a Prefeitura de Goiânia, que participará efetivamente do Vapt Vupt. “É muito importante saber que todos os serviços da Prefeitura serão atendidos no Vapt Vupt”, agradeceu Marconi, ao justificar a importância das parcerias: “Não fomos eleitos para fazer oposição; somos representantes do Poder Executivo. E essa tem sido minha postura. Se todo mundo no Brasil pensasse como nós estamos pensando e praticasse o que praticamos em nossa parceria, o Brasil seria outro”, aconselhou.

O governador também fez questão de agradecer a participação do sindicato dos trabalhadores do setor, o Stiueg, e dos funcionários da empresa, nas negociações. E não deixou de citar o presidente da Saneago, José Taveira Rocha, também presente no evento. “É um homem de estado e que soube com habilidade chegar a esse acordo”, definiu.