Estadao Conteúdo

Manifestantes são detidos com cartazes ‘Bolsonaro Genocida’ em frente ao Planalto

Alguns dos integrantes do grupo são militantes do Partido dos Trabalhadores (PT)

Alguns dos integrantes do grupo são militantes do Partido dos Trabalhadores (PT)

Ao menos quatro manifestantes foram detidos no começo da tarde desta quinta-feira, 18. Segundo parlamentares do PT e do PCdoB, eles foram levados à sede da Superintendência da Polícia Federal em Brasília após estenderam uma faixa com os dizeres “Bolsonaro Genocida” em frente ao Palácio do Planalto, na Esplanada dos Ministérios.

A faixa mostra também uma caricatura do presidente Jair Bolsonaro com rabo e chifres, transformando uma cruz vermelha – símbolo da saúde – em uma suástica nazista.

Alguns dos integrantes do grupo são militantes do PT. Os deputados federais petistas Natália Bonavides (RN) e Alencar Santana Braga (SP) disseram que estão a caminho do local.

Ao Estadão, Bonavides afirmou que os militantes foram enquadrados na Lei de Segurança Nacional (LSN), motivo pelo qual teriam sido levados à Polícia Federal, e não para uma delegacia da Polícia Civil do DF.

A deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) também afirmou que eles foram enquadrados na mesma lei. “Quatro manifestantes foram PRESOS na Esplanada após abrir uma faixa chamando o genocida Bolsonaro de genocida!!! Enquadrados na Lei de Segurança Nacional!”, postou a parlamentar.