CORONAVÍRUS

Mandetta elogia Caiado por enfrentar bolsonaristas em manifestação

Ministro fez teleconferência com o prefeito Iris Rezende neste domingo (22)

Política

Samuel straioto
Do Mais Goiás | Em: 22/03/2020 às 18:04:02

Caiado ao lado de Mandetta em atividade em Anápolis. Foto: Governo de Goiás.
Caiado ao lado de Mandetta em atividade em Anápolis. Foto: Governo de Goiás.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), durante teleconferência com prefeitos de capitais, neste domingo (22), elogiou o governador Ronaldo Caiado (DEM), por enfrentar manifestantes a favor de Jair Bolsonaro (sem partido) que faziam aglomeração a Praça Cívica, em meio à pandemia do coronavírus, no último dia 15.

Mandetta conversava com o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB). O emedebista havia feito uma exposição da realidade local, com a disponibilização da Maternidade Oeste, para utilização dos 186 leitos a pessoas infectadas pelo coronavírus. Na ocasião, ao responder o prefeito, Mandetta elogiou Caiado.

“Dentro do plano que vocês tem aí, conversa como governador… Aliás, parabeniza aí o governador Caiado aquele dia das pessoas, ele ter ido como médico. Achei aquela atitude dele muito digna, muito correta naquele momento, e dizer que nós estamos prontos para ajudar”, destacou o ministro.

Ronaldo Caiado (DEM), pediu a manifestantes a favor de Jair Bolsonaro que faziam aglomeração nas ruas em meio à pandemia, para saírem do local e irem para casa. Na ocasião, ele chegou a ser vaiado por participantes do ato.

Atendimento

Após o elogio Mandetta respondeu ao prefeito Iris, dizendo que não há dificuldade de recursos, mas que é preciso verificar o que será preciso fazer para adaptar a maternidade, a fim de receber pacientes infectados.

O ministro argumentou que talvez não seja possível fazer a adequação de todos os leitos, mas apenas de uma parte deles.

“Quanto à adequação aí que vocês tem que fazer um plano e peça a secretária para nos encaminhar. Vejam a adequação dos leitos, às vezes não dá para fazer 180, mas dá para fazer 20, 30,10”, argumentou.