Do Mais Goiás

Manauara que morreu no HC teve falência múltipla dos órgãos

Apesar da tentativa de reanimação por aproximadamente 1h, o homem não resistiu e foi a óbito

Três pacientes de Manaus internados no HC vão receber alta nas próximas 48 horas - hospital - covid - goiânia

O paciente transferido de Manaus para Goiânia com Covid-19 teve falência múltipla dos órgãos e parada respiratória, na madrugada desta quinta-feira (21), segundo informou o superintendente do Hospital das Clínicas, José Garcia. O homem tinha 54 anos e estava internado em estado gravíssimo na unidade de saúde. Até agora, o hospital não sabe informar se a vítima possuía a nova cepa do coronavírus.

Conforme explicou José Garcia, o paciente foi submetido a medicamentos, pois havia dificuldade de manutenção da pressão e do coração. Apesar da tentativa de reanimação por aproximadamente 1h, o homem não resistiu e foi a óbito.

“Ele teve falência renal, hepática até chegar ao ponto da falência do sistema nervoso, além da parada respiratória”, disse o superintendente. Segundo o médico, a equipe não conseguiu descobrir o histórico pregresso da saúde do paciente, já que o homem chegou ao hospital em estado grave e não foi possível estabelecer comunicação.

“Não sabemos se ele tinha comorbidades. Os exames que chegaram para nós haviam constatado alterações, mas não sabemos dizer se isso era decorrente de uma doença pregressa ou se foi causado pelo quadro agudo da Covid-19”, afirmou.

O paciente chegou ao Hospital das Clínicas na última segunda-feira (18), com outras 17 pessoas vindas de Manaus, em decorrência da falta de oxigênio hospitalar na capital amazonense. Na unidade, 10 estão em estado regular, na enfermaria. Outros 8 estão na UTI, em estado grave. Deste número, 4 utilizam ventilação mecânica invasiva e 4 em ventilação não invasiva.