BBB nas ruas

Mais 600 câmeras de monitoramento em tempo real serão instaladas em Aparecida de Goiânia

Ação faz parte do programa Cidade Inteligente. Previsão de instalação dos aparelhos é até outubro. Início de funcionamento fica para o mês seguinte


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 22/08/2019 às 17:38:30

Centro de monitoramento será transferido para ao lado do Paço Municipal (Foto: Divulgação/Claudivino Antunes)
Centro de monitoramento será transferido para ao lado do Paço Municipal (Foto: Divulgação/Claudivino Antunes)

Aparecida de Goiânia contará com mais 600 câmeras para ajudar no monitoramento 24 horas nas vias da cidade. A ação faz parte do projeto Cidade Inteligente, em implantação desde maio deste ano. A expectativa da Prefeitura é que todo o sistema de vigilância seja instalado em outubro e comece a funcionar no mês seguinte. O investimento é de R$ 55 milhões, oriundos do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e recursos municipais.

Atualmente, são 50 câmeras monitoradas em um Centro de Inteligência, que fica no centro histórico da cidade. Com a expansão, o monitoramento será transferido para ao lado do novo Paço Municipal. O objetivo é que sistema contribua com a identificação de irregularidades. E até mesmo auxiliar agentes de segurança pública para a diminuição dos índices de criminalidade.

“Dentro da nossa central terá equipes integradas do Corpo de Bombeiros, Samu, Polícia Militar, Polícia Civil. Enfim, além de ajudar a prefeitura aidentificar algum serviço que possa ser feito na cidade com mais urgência, também ajuda todas as corporações a realizar o serviço com mais agilidade”, pontua o secretário de Ciência e Tecnologia, Cleomar Rocha.

De acordo com ele, 130 bairros da cidade receberão o monitoramento. A escolha foi baseada em diversos fatores: altos índices criminais, área com grande densidade populacional, grande movimentação de comércio, situação de população em vulnerabilidade e avenidas que fazem limites com outros municípios.

Serão beneficiados trechos na Avenida Igualdade, no Setor Garavelo; Avenida São Paulo, na Vila Brasília; Avenida Tapajós, na região dos pregões. Além das portas de escolas municipais e unidades de saúde. E bairros em que ocorrências policiais são registradas em larga escala como o Setor Garavelo e o Jardim Tiradentes.

Além disso, a cidade terá a instalação de 540 quilômetros de fibra óptica. Também será realizada a compra de software que ajudará em reconhecimento padrão para maior qualidade as imagens. Elas serão repassadas em tempo real para a Central de Inteligência. Outro ponto ressaltado é a disponibilização de redes sem fio de internet em vários pontos da cidade.

“Apesar disso tudo, a participação do agente humano ainda é muito importante. As câmeras têm capacidade de reconhecer sangue e corpo caído no chão e acionar imediatamente um agente humano para confirmar a possível ocorrência. Isso irá proporcionar uma difusão melhor dos nossos agentes para atender a população aparecidense”, ressalta.