Maioria do MDB quer candidatura própria ao governo, diz Gustavo Mendanha

Prefeito de Aparecida diz que entre aqueles que conversou, poucos defendem aliança com Caiado

Candidato à presidência do MDB vê Mendanha como nome em 2022
Candidato à presidência do MDB vê Mendanha como nome em 2022 (Foto: Jucimar de Sousa/MaisGoiás)

Em entrevista ao podcast de política do Mais Goiás (Poder em Jogo) que ainda vai ao ar, o prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha (MDB), afirma que a maioria do MDB é a favor de o partido lançar candidato próprio a governador em 2022, em vez de apoiar um candidato de outra legenda. A entrevista foi concedida na tarde desta segunda-feira.

“Alguns podem ter boa relação com o governador Caiado (DEM), mas eu não faço parte desse grupo (politicamente). Administrativamente, claro, temos boa relação”, disse Gustavo.

O prefeito defende ainda que o presidente estadual da sigla, ex-deputado Daniel Vilela, seja o candidato do MDB ao Palácio das Esmeraldas. “É o principal nome. Ainda não temos conversado nomes, mas estarei junto com ele, se quiser disputar. Se não quiser, o partido indicará alguém, ouvindo Daniel, Iris….”

Gustavo descarta a hipótese de deixar o MDB caso a maioria do partido opte por apoiar a reeleição do governador Ronaldo Caiado (DEM), mas reafirma que faz parte do “coro” pela candidatura própria.

Iris Rezende

No dia 10 de maio, Gustavo visitou o ex-prefeito de Goiânia Iris Rezende (MDB), de 87 anos, no escritório político dele, na capital. Mendanha afirma que a conversa não teve cunho político, mas diz que líder emedebista reforçou que não seria candidato – recentemente, bastidores sugerem que Iris poderia disputar o Senado.

Gustavo, contudo, diz não saber se o líder maior do MDB resistiria ao clamor do povo por um retorno. Vale lembrar, Iris Rezende anunciou a aposentadoria política em agosto do ano passado. Apesar de poder, ele desistiu de disputar a reeleição em Goiânia.