SEGUNDO TURNO

Maguito recebe apoio de sete partidos e três ex-candidatos na última semana

"Não são apenas declarações de apoio de um partido ou de outro. É a integração de pessoas extremamente qualificadas e comprometidas com a nossa cidade. Isto tem um grande valor”, agradeceu Daniel Vilela


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 22/11/2020 às 16:27:20

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Na última semana, a campanha de Maguito Vilela (MDB), em Goiânia, recebeu o apoio dos partidos PSB, PDT, Solidariedade, PROS, PL, PRTB e Podemos, além de três ex-candidatos do primeiro turno: Adriana Accorsi (PT), Elias Vaz (PSB) e Talles Barreto (PSDB).

O apoio do Podemos metropolitano foi declarado na última quinta (19), pelo presidente Felipe Cortêz, que também é secretário nacional da sigla. “A região metropolitana está com Maguito por causa de uma reunião que tive com Gustavo Mendanha (MDB)”, revelou ele.

Já o PDT e PSB, fizeram o anúncio no sábado (21). O ex-candidato Elias Vaz (PSB), antecipou a informação ao Mais Goiás na sexta-feira (20): “Vamos anunciar amanhã apoio a Maguito”, disse brevemente ele, que ficou em quinto lugar lugar do primeiro turno.

Pelo Solidariedade, o deputado federal Lucas Vergílio disse que a decisão do partido foi unânime pelo apoio. “Não teve uma pessoa sequer que se colocou contra, porque nós acreditamos que este é o melhor projeto para Goiânia, que precisa continuar a crescer cada vez mais”, enfatizou.

Agradecimentos e PT

A deputada estadual Adriana Accorsi, por sua vez, reforçou a neutralidade do PT, mas declarou seu voto em Maguito e orientou os filiados e militantes a não votar no candidato Vanderlan Cardoso (PSD). Ela ficou em ficou em terceiro lugar na disputa para a prefeitura com 80.715 votos.

Vale lembrar, tanto ela quanto o presidente estadual do MDB, Daniel Vilela, já tinham falado sobre a improbabilidade de uma aliança com o PT no segundo turno. Anteriormente, inclusive, a petista chegou a dizer ao blog Poder em Jogo, que manifestar apoio ao emedebista não era fácil devido o rompimento de Iris Rezende (MDB) com o ex-prefeito Paulo Garcia (PT).

Contudo, Daniel Vilela, que está em São Paulo com o pai – Maguito trata da Covid-19 no hospital Albert Einstein -, agradeceu. “Não são apenas declarações de apoio de um partido ou de outro. É a integração de pessoas extremamente qualificadas e comprometidas com a nossa cidade. Isto tem um grande valor.”

PL

Apesar do apoio do PL ao candidato Maguito, Dra. Cristina (PL) declarou que estará ao lado de Vanderlan neste segundo turno. Em nota, ela afirmou que não pode “aceitar a continuidade dessa administração que acompanhei de perto e com a qual tanto discordei. A beleza da democracia é o diálogo, o debate de ideias e projetos. Goiânia precisa ir além. Goiânia merece muito mais. E acredito nas propostas de Vanderlan para que isso ocorra”.

Ela também reforçou que deseja pronto restabelecimento do candidato Maguito. “Que ele se recupere e esteja na política física, mental e emocionalmente, em busca de seus objetivos.”