QUADRO DE SAÚDE

Maguito continua com redução progressiva do equipamento ECMO

Segundo boletim deste domingo, candidato mantém evolução satisfatória dos parâmetros respiratórios


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 22/11/2020 às 19:24:31

O candidato a prefeito pelo MDB, Maguito Vilela, teve melhora progressiva do quadro pulmonar. Ele segue em tratamento contra a Covid-19. (Foto divulgada no dia 12 de novembro)
O candidato a prefeito pelo MDB, Maguito Vilela, teve melhora progressiva do quadro pulmonar. Ele segue em tratamento contra a Covid-19. (Foto divulgada no dia 12 de novembro)

O Hospital Albert Einstein informou, na noite deste domingo (22), que o candidato à prefeitura de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), segue estável. De acordo com o boletim, o paciente continua com redução progressiva
do suporte da Oxigenação por Membrana Extracorpórea (ECMO) e mantém evolução satisfatória dos parâmetros respiratórios. Ele trata de Covid-19 na unidade de saúde de São Paulo, desde 27 de outubro.

Destaca-se que a máquina funciona como um coração e pulmão artificial ao paciente, usando um circuito de tubos, bomba, oxigenador e aquecedor que fica instalado fora do corpo. Assim, a máquina simula as funções naturais dos órgãos. Ela recebe o sangue do paciente, filtra o gás carbônico e devolve o sangue oxigenado ao corpo do indivíduo.

Na quinta-feira (19), o hospital já tinha informado que a inflamação dos pulmões de Maguito tinha reduzido. Vale lembrar, o ex-governador teve que ser novamente intubado no último domingo (15) de eleição.

Confira o boletim deste domingo na íntegra:

O senhor Luís Alberto Maguito Vilela encontra-se internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, desde o dia 27 de outubro para tratamento da Covid-19. No dia 30 de outubro, a equipe médica responsável decidiu pela intubação pelo quadro de insuficiência respiratória. O paciente evoluiu bem, sendo extubado em 8 de novembro, para respiração espontânea. Em 15 de novembro, necessitou ser reintubado por piora pulmonar (inflamatória e infecciosa), seguindo em ventilação mecânica invasiva. No dia 17 de novembro, foi iniciado tratamento dialítico seguido de instalação de ECMO para possibilitar ventilação protetora pulmonar. Hoje, 22 de novembro, o paciente segue com o quadro clínico estável, com redução progressiva do suporte da ECMO e mantém evolução satisfatória dos parâmetros respiratórios.

Maguito

O emedebista foi hospitalizado em 19 de outubro, no Hospital Órion, em Goiânia – dois dias após testar positivo para a Covid-19. No dia 27 de outubro, ele foi internado na UTI do Hospital Albert Einstein para tratar uma inflamação nos pulmões.

Três dias depois, ele foi intubado após apresentar quadro de insuficiência respiratória. À época, o político respondeu bem ao tratamento e foi extubado no dia 8 de novembro. Porém, ele teve nova piora e precisou ser novamente intubado no domingo de eleição.