Do Mais Goiás

Maguito alcança 27% e Vanderlan tem 23,3% em Goiânia, aponta pesquisa Serpes

Delegada Adriana Accorsi (PT) está em terceiro lugar nas intenções de voto na capital, com 10,1%

O senador Vanderlan Cardoso prestou apoio à deputada estadual Adriana Accorsi (PT), após a parlamentar ser ameaçada de morte na internet. (Foto: reprodução)

Realizada na última sexta-feira (13), a quinta rodada da pesquisa Serpes/O Popular, aponta o ex-governador Maguito Vilela (MDB) à frente na disputa pela Prefeitura de Goiânia. Segundo a pesquisa, Vilela e Vanderlan Cardoso (PSD) ainda estão empatados tecnicamente, mas agora o emedebista lidera numericamente.

Maguito tem 27% das intenções de voto e Vanderlan, 23,3%, na pesquisa estimulada, em que os nomes dos 16 candidatos a prefeito foram apresentados em cartelas aos eleitores.

Considerando os votos válidos, que são computados na apuração oficial da Justiça Eleitoral, com a exclusão dos nulos, brancos e abstenção, Maguito tem 33,3% e Vanderlan, 28,8%. A margem de erro da pesquisa é de 4 pontos porcentuais para mais ou para menos.

Na pesquisa espontânea, em que os consultados não são informados dos nomes dos candidatos à prefeitura, Maguito e Vanderlan também estão tecnicamente empatados: Vilela com 22,8% e Vanderlan, 20%. Neste levantamento, quase um quarto dos pesquisados (24,6%) ainda não sabiam em quem votar.

Outros candidatos

A pesquisa estimulada aponta que Adriana Accorsi (PT) tem agora 10,1% de intenções de voto. O deputado federal Elias Vaz (PSB) chegou a 5%. O deputado estadual Major Araújo (PSL) 3,2%. O empresário Gustavo Gayer (DC) aparece com 2,8% e o deputado estadual Alysson Lima (SD), com 2,2%.

Maguito alcança 27% e Vanderlan tem 23,3% em Goiânia, aponta pesquisa

(Foto: Mais Goiás)

A vereadora Dra. Cristina Lopes (PL) tem 2%, o deputado estadual Virmondes Cruvinel (Cidadania), 1,5%. O ex-deputado estadual Samuel Almeida (Pros), 1%; o motorista de aplicativo Fábio Júnior (UP), 0,8%; o deputado estadual Talles Barreto (PSDB), 0,7%; a professora Manu Jacob (PSOL) e o advogado Cristiano Cunha (PV), 0,5% cada um; e o professor Antônio Neto (PCB) e o servidor municipal Vinicius Gomes (PCO), 0,2% cada.

No levantamento espontâneo, Adriana Accorsi alcança 8,7%. Elias Vaz tem 3,5%; Major Araújo, 2,5%; Dra. Cristina e Gustavo Gayer, 1,5%, cada; Alysson Lima, 1,3%; Virmondes Cruvinel 1,2% e Fábio Júnior, 1%. Os demais não alcançam 1%: 0,7% para Samuel Almeida; – 0,5% para Manu Jacob e Talles Barreto; 0,3% para Cristiano Cunha; e 0,2% para Vinicius Gomes e Antônio Neto.

Os indecisos são 10,3% e os goianienses que não vão às urnas ou anularão o voto somam 8,8%.

Conforme determina a lei, o instituto Serpes registrou o levantamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob protocolo GO-02799/2020. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. A coleta de dados foi realizada no dia 13 de novembro, com 601 eleitores.

*Com informações do O Popular