FolhaPress

Maduro diz que Venezuela vai enviar mais oxigênio para o Brasil

O país vizinho já havia enviado cinco caminhões após pacientes em Manaus morrerem asfixiados

Facebook congela perfil de Maduro por promover remédio ineficaz anti-Covid
Facebook congela perfil de Maduro por promover remédio ineficaz anti-Covid (Foto: Reprodução / Agência Brasil)

O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou nesta terça-feira (2) que irá enviar mais oxigênio para auxiliar o Brasil a lidar com a crise do coronavírus. O país vizinho já havia enviado cinco caminhões após pacientes em Manaus morrerem asfixiados.

O venezuelano afirmou que três caminhões estavam sendo carregados com oxigênio produzido no país. Dois seriam destinados ao Amazonas e um a Roraima.

“Tudo é possível quando há solidariedade, irmandade, paz e amor entre povos, e esse é o caso aqui, entre o povo do Brasil e da Venezuela”, afirmou o ditador.

Caminhoneiro venezuelano segura a bandeira de seu país ao chegar em Manaus com oxigênio (Foto: Márcio James / AFP)

Caminhoneiro venezuelano segura a bandeira de seu país ao chegar em Manaus com oxigênio (Foto: Reprodução / Folhapress)

Maduro disse ainda que poderia fazer novos envios “de vez em quando” ou semanalmente, de acordo com a necessidade do Brasil.

A crise no Brasil despertou a atenção internacional após vários pacientes morrerem asfixiados em Manaus e em cidades do interior do Amazonas, bem como em cidades no oeste do Pará.