Diplomacia

Macri chega ao País para reuniões com Bolsonaro

Presidente argentino conversará sobre a prioridade para fechar acordos bilaterais com outros países pelos integrantes do Mercosul e uma maior cooperação na área de defesa


Estadao Conteúdo
Estadao Conteúdo
Do Estadao Conteúdo | Em: 16/01/2019 às 07:33:58

Foto: Arquivo/Agência Brasil
Foto: Arquivo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro recebe nesta quarta-feira o colega argentino Maurício Macri para uma visita oficial que incluirá conversas sobre a prioridade para fechar acordos bilaterais com outros países pelos integrantes do Mercosul e uma maior cooperação na área de defesa. De acordo com fontes do governo brasileiro, questões comerciais e a situação da Venezuela também deverão ser abordadas no encontro entre os dois presidentes.

Apesar de não ter participado da cerimônia de posse de Bolsonaro – com a desculpa de que estava de férias na Patagônia -, o argentino chega agora acompanhado de um time importante de ministros.

O novo governo já sinalizou que gostaria que o Mercosul abrisse espaço para que os países possam negociar bilateralmente uns com os outros, e não apenas em bloco, como era a prática até agora. A avaliação de técnicos do governo brasileiro é que isso valeria para novos acordos e que as tratativas que já estão avançadas continuarão sendo negociadas pelo bloco, caso dos acordos com a União Europeia, Coreia do Sul e Cingapura.

Historicamente, Paraguai e Uruguai defendiam negociações bilaterais, enquanto Brasil e Argentina, que têm mais peso no bloco, se opunham e exigiam a negociação conjunta. A Argentina preside o Mercosul neste primeiro semestre e passa a presidência para o Brasil. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.