Do Mais Goiás

Lula promete campanha “lulinha paz e amor” em 2022

Ex-presidente diz não irá instigar ódio e que nunca contestou resultado das urnas

Lula promete campanha
Lula promete campanha "lulinha paz e amor" em 2022 (Foto: Divulgação)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) prometeu que fará a campanha de 2022 sem instigar ódio. No Twitter, ele também afirmou que nunca contestou o resultado das eleições. “Da minha parte lulinha será lulinha paz amor.”

“Toda vez que perdi uma eleição nunca contestei o resultado. Vamos fazer uma campanha do jeito que a gente sabe fazer: conversando com o povo e não fazendo o jogo rasteiro dos nosso adversários. Da minha parte será lulinha paz & amor sempre.”

A frase reforça o que Lula já havia dito em maio: que será candidato. O ex-presidente se tornou elegível após o Supremo Tribunal Federal (STF) anular os processos contra ele e entender que o juiz Sério Moro foi parcial nas condenações contra o petista no processo do tríplex do Guarujá, em São Paulo.

““Serei candidato contra o Bolsonaro. Se estou na melhor posição para ganhar as eleições presidenciais e gozo de boa saúde, sim, não hesitarei”, disso Lula à imprensa internacional, naquele mês.

Resultado

Enquanto Lula diz que nunca contestou o resultado das eleições, o presidente Bolsonaro (sem partido) disse, mais uma vez, que venceu a eleição presidencial de 2018 no primeiro turno e que houve fraude para levar a disputa ao segundo turno. O discurso foi feito nesta tarde de quarta (9), em Anápolis.

“Eu fui eleito no primeiro turno. Tenho provas materiais disso. Mas o sistema, a fraude – que existiu, sim – me jogou no segundo turno”, declarou. Bolsonaro, contudo, nunca apresentou as provas, apesar de repetir o discurso em diversas situações.