Trânsito

Local de acidente entre caminhão e ônibus tem sinalização parcialmente apagada no Jardim Presidente

Motorista de 62 anos avançou em cruzamento mal sinalizado e atingiu ônibus; uma pessoa morreu e 15 ficaram feridos


Fábio Alves
Do Mais Goiás | Em: 09/08/2019 às 10:32:34

Acidente deixou uma pessoa morta e 15 feridos no Jardim Presidente (Foto: Fábio Alves)
Acidente deixou uma pessoa morta e 15 feridos no Jardim Presidente (Foto: Fábio Alves)

O cruzamento em que um caminhão avançou e atingiu um ônibus do transporte coletivo metropolitano – matando uma pessoa e deixando 15 feridos -, no Jardim Presidente, é mal sinalizado, com faixa de pare parcialmente apagada. Moradores da região alertaram para esse problema ainda na noite de quinta-feira (8), após o acidente. A Delegacia de Investigação de Crimes de Trânsito (Dict) fez a primeira perícia e constatou a baixa visibilidade da sinalização.

O acidente aconteceu por volta das 17h. Um ônibus do transporte coletivo tombou após ser atingido por um caminhão que avançou o cruzamento em que deveria parar. O motorista do caminhão, de 62 anos, foi submetido a teste do bafômetro. Deu negativo.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Mais Goiás (@maisgoias) em

O caso é investigado pela Dict. A delegacia informou que o caminhão trafegava a 62 km/h e ônibus estava a 50 km/h no momento da colisão.

O cruzamento do acidente, na Rua Presidente Tyler com a Rua Presidente Hoover, no Jardim Presidente, não tem semáforo. O ônibus descia a Rua Presidente Hoover em direção ao Terminal Bandeiras, depois de sair do Jardim Caravelas.

Vista do cruzamento do acidente entre um ônibus em um caminhão no Setor Jardim Presidente (Foto: Reprodução)

Vítimas

Um homem de 29 anos morreu no local. 15 pessoas foram socorridas. Um homem de 63 anos teve que ser transportado pelo helicóptero do Corpo de Bombeiros. Uma mulher de 56 anos teve múltiplas fraturas.

As vítimas foram encaminhadas para diferentes unidades de saúde. O Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) informou que três vítimas encaminhadas à unidade receberam alta: duas crianças, de 12 e 14 anos, e um homem, de 52. Outras três vítimas estão internadas na unidade, todas fora de perigo. O caso mais grave é de uma mulher de 57 anos que foi operada devido a um ferimento extenso no couro cabeludo.

O Mais Goiás aguarda retorno do Hugol para informações do estado de saúde das pessoas encaminhadas à unidade.

A RedeMob Consórcio, responsável pelo ônibus do transporte coletivo envolvido no acidente, disse em nota que acompanha os desdobramentos do trágico acidente para garantir a apuração dos fatos e a reparação dos danos.

Energia

Após o acidente, a rede elétrica da região foi cortada. Um poste foi derrubado pelo ônibus que tombou. A Enel  informou em nota que o fornecimento de energia no local foi normalizado. A distribuidora esclarece que após o trabalho da perícia, equipes substituíram o poste danificado e concluíram os reparos na rede elétrica na manhã de sexta-feira (9).