FolhaPress

Livro destrincha o que há por trás de sucessos como ‘Bridgerton’ e ‘Mad Men’

"Séries - O Livro - De Onde Vieram e Como São Feitas" é assinado por Jacqueline Cantore e Marcelo Rubens Paiva

Livro destrincha o que há por trás de sucessos como 'Bridgerton' e 'Mad Men'
(Foto: Divulgação)

Marcelo Rubens Paiva e Jacqueline Cantore se conheceram há três anos, trabalhando num projeto da produtora Conspiração -era a série “Contravenções”, baseada na vida do bicheiro carioca Castor de Andrade, que ainda não entrou em produção.

Ele, que além de escritor também é um roteirista experiente e premiado, se espantou com o conhecimento dela, uma executiva de televisão com passagens por diversos canais no Brasil e nos Estados Unidos.

“Eu percebi que ela sabia tudo e eu não sabia nada”, diz Rubens Paiva, rindo, em entrevista por videoconferência. “Quando vi o material que ela usa em workshops para roteiristas, achei que ali havia um livro.”

“Eu sou uma pessoa de processo, de método, vinda da escola que faz as melhores séries do mundo”, conta Cantore, que tem dupla nacionalidade, brasileira e americana. “Marcelo achou que meu conhecimento técnico tinha que ser compartilhado.”

O resultado é “Séries – O Livro – De Onde Vieram e Como São Feitas“, assinado pelos dois, que acaba de ser publicado pela editora Objetiva, com um ano de atraso, já que a pandemia adiou o lançamento. “Aproveitamos para revisar e atualizar o texto, pois aconteceu muita coisa entre 2019 e 2020”, afirma Cantore. “Especialmente no universo do streaming, com a chegada de novas plataformas.”

“Séries” não é um manual de roteiro, apesar de um de seus públicos-alvo serem os roteiristas. É um livro de leitura agradável, que pode ser apreciado por leigos que não pensam em se profissionalizar. Conta como as séries de TV evoluíram ao longo das décadas e destrincha todo o seu processo de criação, da ideia original até depois da estreia.

“As séries americanas têm três épocas de ouro”, afirma Rubens Paiva. “A primeira é logo nos primórdios da televisão, quando um aparelho imenso era praticamente um móvel da sala e toda a família assistia junta à mesma programação. Na década de 1960, surgem as TVs portáteis, que se espalham pelos cômodos da casa. Com isso, a programação também se fragmenta, com atrações de nicho, para diferentes faixas etárias e estilos de vida.”

“Finalmente, no final dos anos 1990, surgem séries influenciadas pela literatura, protagonizadas por personagens complexos e cheios de contradições. São os chamados ‘homens difíceis'”, prossegue ele, citando o livro de Brett Martin, que analisa protagonistas emblemáticos como Tony Soprano, de “A Família Soprano”, Don Draper de “Mad Men”, e Walter White, de “Breaking Bad”.

“Hoje nós já estamos num outro momento”, acrescenta Cantore. “Ainda temos personagens falhos e intrigantes, mas muitas séries atuais, como ‘Ted Lasso’, ‘Bridgerton‘ e ‘O Gambito da Rainha‘, trazem uma ponta de esperança.”
“Séries – O Livro” não se restringe ao mercado americano. Com a popularização dos seriados, hoje há títulos importantes vindos de países como México e Israel, e os autores citam vários deles.

O Brasil, claro, merece atenção especial. Rubens Paiva e Cantore apontam que a produção de séries no país só começou para valer no começo deste século, quando a TV paga foi obrigada, por lei, a veicular conteúdo nacional. A HBO foi a pioneira, com “Mandrake” e “Filhos do Carnaval” -escritas, dirigidas e produzidas por gente com mais experiência no cinema do que na TV.

“Naquele momento, buscavam um segmento mais elitizado, habituado a frequentar salas de cinema, e que podia pagar por um pacote de televisão por assinatura”, afirma Rubens Paiva. “Hoje o streaming, que tem preços mais acessíveis, está ‘novelizando’ suas séries brasileiras, para as deixar mais atraentes para o público que vem da TV aberta.”

“Séries – O Livro” também elucida o significado de termos que circulam livremente, sem que muita gente saiba exatamente o que significam -escaleta, logline, showrunner, sala de roteiro, bíblia, por exemplo. No final do volume, há um pequeno glossário, além de um apêndice com as séries apontadas como as melhores do ano por revistas e sites especializados ao longo dos últimos oito anos.

SÉRIES – O LIVRO
Preço: R$ 59,90 (232 págs.) e ebook R$ 39,90
Autor: Jacqueline Cantore e Marcelo Rubens Paiva
Editora: Objetiva