Do Mais Goiás

Livrarias em Goiânia se unem para enfrentar crise durante a pandemia

A primeira ação conjunta das livrarias será uma feira de livros, realizada no endereço no Setor Sul, no próximo domingo (13)

Livrarias em Goiânia se unem para enfrentar a crise durante a pandemia com feira de livros
A Pomar Livraria e O Jardim livraria se uniram e, juntas, realizam uma feirinha no próximo domingo (Foto: Divulgação/ Layza Vasconcelos)

Desde o início da pandemia, diversas livrarias em Goiânia e em todo o Brasil enfrentam uma forte crise, principalmente aquelas que ainda não ofereciam o serviço de venda online. Durante muito tempo permaneceram com as portas fechadas, o que resultou em um desafio imenso para se manterem de pé. Hoje, ainda longe do cenário ideal, duas livrarias da cidade decidiram se unir para, juntas, enfrentarem tudo que ainda está por vir.

A Pomar Livraria e O Jardim Livraria passaram a compartilhar o mesmo endereço, em um cantinho super charmoso no Setor Sul. Juntas, conseguem ampliar o atendimento aos leitores que estão sempre em busca de novidades, oferecendo livros ilustrados e publicações independentes de alta qualidade criativa. Para consumar a nova parceria, será realizada uma feira de publicações independentes e artes gráficas, que acontecerá no próximo domingo (13), entre 10h e 18h, mediante agendamento de visitas.

Segundo as livreiras Melissa Pomi e Larissa Mundim, responsáveis pelas duas livrarias em Goiânia, o espaço compartilhado funciona como um centro cultural. A iniciativa vai muito além de continuar propiciando um bom espaço para a leitura, se dedicando também ao meio ambiente e bem-estar de quem passa por ali, com um ambiente repleto de natureza.

A mangueira adulta que sombreia este espaço nos inspira a nos conectarmos com o que há de mais simples e melhor em cada pessoa, e a leitura pode ser um caminho“, comenta Melissa Pomi, curadora e proprietária da Pomar Livraria.

Larissa Mundim, que é curadora e idealizadora da livraria O Jardim – que funcionava no Evoé Café – comenta que este é um momento delicado e que exige muita cautela e criatividade. “O mercado, de forma geral, está em processo de reinvenção e este arranjo entre livrarias é coerente“, afirma.

Juntas, as livrarias representam cerca de 80 editoras e seguem estimulando a formação de bibliotecas pessoais ou o colecionismo – já que trabalham com títulos de pequena tiragem e aspecto artístico. Se você pretende conhecer o espaço em que as duas coexistem, participe da feitinha de domingo! Confira abaixo mais detalhes sobre o agendamento.

Livrarias em Goiânia realizam “Feira da Floresta”

A primeira ação conjunta das livrarias em Goiânia é a Feira da Floresta, que acontecerá no ambiente externo de seu endereço, no Setor Sul. O objetivo é oferecer aos visitantes do evento as melhores condições de segurança, respeitando os protocolos sanitários vigentes.

Assim, o lugar receberá, a cada hora, grupos de até 10 pessoas (acompanhadas ou não de crianças com até sete anos). A entrada é gratuita e o agendamento deverá ser feito antecipadamente pelo WhatsApp (62) 98259-7070.

Durante o evento, será possível encontrar livros especiais, zines e artes gráficas de publicadores de todos os cantos do Brasil. De acordo com Larissa Mundim, esta é uma amostra da feira e-cêntrica, realizada sempre pela NegaLilu Editora, que também está instalada no espaço cultural. Quem for até o ambiente também poderá contar com o café da casa, que estará aberto para quem quiser curtir na companhia de um bom lanchinho.

Serviço

Livrarias em Goiânia se unem e realizam feira de publicações independentes

Quando: 13 de junho (domingo)

Onde: Rua 132-A, 94, Setor Sul, Goiânia

Horário: 10h às 18h

Acesso: gratuito, mediante agendamento prévio

WhatsApp para agendamento: (62) 98259-7070

Leia também: