Convocação

Lincoln Tejota afirma que governo convocará PMs aprovados em concurso de 2012

Em vídeo, vice-governador disse que o caso depende da situação financeira de Goiás e governo "não assume compromisso que não tem condição de honrar"

Cidades

Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 01/04/2019 às 19:23:26

Lincoln Tejota com líderes religiosos. Vice-governador comentou sobre concurso de 2012 da PM (Foto: Reprodução)
Lincoln Tejota com líderes religiosos. Vice-governador comentou sobre concurso de 2012 da PM (Foto: Reprodução)

Nesta segunda-feira (1º), o vice-governador de Goiás, Lincoln Tejota (PROS), sinalizou de forma positiva a convocação dos aprovados no concurso da Polícia Militar em 2012. Em reunião com pastores da igreja Assembleia de Deus, Tejota afirmou que a solicitação está em trâmite e no cronograma do Estado, e os concursados serão convocados de maneira gradativa.

“O intuito é chamar todos os aprovados, mas para que isso aconteça, precisamos construir um laço financeiro”. Ainda no vídeo, o vice de Ronaldo Caiado (DEM) afirma que o governo “não assume compromisso o qual não tem condição de honrar”.

Segundo o policial João Vitor Tavares, o concurso realizado há sete anos permanece dentro do prazo de validade vigente, devido a uma ação civil pública. “Já estivemos com o governador Ronaldo Caiado e ele não vê problemas em convocar os policiais, desde que tudo se encaixe nos gastos do Estado. Somos 845 agentes em cadastro de reserva e estamos articulando junto com Bruno Peixoto, para viabilizar de forma confortável que o Estado tenha condições de nos convocar”, diz Tavares.

Ele afirma que a classe está organizando novas reuniões com o secretariado para formalizarem um acordo de convocação.

O Mais Goiás entrou em contato com a assessoria do governo do Estado e com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de Goiás (SSP). A pasta informou que somente a Secretaria de Gestão e Planejamento do Estado de Goiás (Segplan) poderia falar sobre o assunto. Até a publicação dessa matéria, a Segplan não se posicionou. O espaço fica aberto para uma resposta.