Confissões

Lily Allen diz ter sido vítima de abuso sexual cometido por executivo de gravadora

A história completa estará na autobiografia da cantora, 'My Thoughts Exactly', com lançamento marcado para esta sexta-feira (21)


FolhaPress
FolhaPress
Do FolhaPress | Em: 17/09/2018 às 13:22:22

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A cantora inglesa Lily Allen, conhecida por músicas como “Smile” e “Somewhere Only We Know”, afirmou ter sofrido abuso sexual do executivo de uma gravadora em entrevista ao jornal britânico Guardian. Segundo ela, esse tipo de comportamento é padrão na indústria da música. A revelação faz parte da autobiografia “My Thoughts Exactly”, que será publicada na próxima sexta (21).

De acordo com a entrevista, o abusador – cujo nome Allen não citou no livro por motivos legais – levou-a ao seu quarto de hotel depois de uma festa em que havia bebido muito. Ela diz ter acordado por volta das 5h sentindo um corpo nu pressionado contra o dela.

“Eu podia sentir alguém tentando colocar seu pênis dentro da minha vagina e batendo na minha bunda como se eu fosse uma stripper em um clube. Eu me afastei o mais rápido possível e pulei da cama, assustada. Recolhi minhas roupas rapidamente e corri para o meu quarto”, disse ao Guardian.

Na época, a artista preferiu não denunciar o abuso com medo de perder o processo. Ela disse que se sentia culpada pela agressão, já que estava bêbada.

Na autobiografia, Allen faz outras revelações, como a de que fez sexo consensualmente com um homem mais velho quando tinha 20 anos na tentativa de conseguir contrato com uma gravadora e a de que recorreu a prostitutas quando seu casamento estava em crise.