LIBERA O TOIN QUE TE DÔ 10 CONTO

Leonardo faz apelo a autoridades para Ronaldinho deixar prisão no Paraguai

"Ele está preso por fazer vários gols maravilhosos, ter dado três bonés, dá um passe para cá e olhar para lá. Isso é crime?", disse o cantor


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 05/07/2020 às 10:42:14

"Ele está preso por fazer vários gols maravilhosos, ter dado três bonés, dá um passe para cá e olhar para lá. Isso é crime?", disse o cantor

No último sábado (4) o cantor sertanejo Leonardo fez um apelo durante uma live: para que as autoridades brasileiras ajudem Ronaldinho Gaúcho a voltar ao Brasil. O ex-jogador de futebol está em prisão domiciliar com o irmão, Roberto Assis, no Paraguai desde abril.

Ronaldinho Gaúcho e Roberto cumprem pena após tentarem entrar no Paraguai com passaporte falso. Os dois só poderão deixar o país quando a investigação for concluída ou mediante uma liminar da justiça local.

“Autoridades desse país, por favor, pelo amor de Deus, embaixada brasileira, vocês esqueceram do nosso Ronaldinho Gaúcho? Ele está lá no Paraguai, detido até hoje. Pelo amor de Deus, gente. O que esse homem fez?”, disse Leonardo.

“Ele está detido por fazer vários gols maravilhosos, por ter dado três bonés, dá um passe para cá e olhar para lá. Isso é crime? Não sei qual o crime que eles cometeram. Tenho certeza que o Ronaldinho está fora dessa. Esse cara é maravilhoso, é nosso ídolo”, continuou o cantor.

“Nós, brasileiros, torcedores das equipes do Brasil inteiro, desde a Série D até torcida do Flamengo, que hoje é a primeira do Brasil, torcida do Corinthians, Palmeiras, estamos implorando para que vocês, autoridades brasileiras, façam alguma coisa pelo Ronaldinho Gaúcho”, acrescentou Leonardo.

O cantor sugeriu ainda uma troca entre as autoridades brasileiras e paraguaias para que Ronaldinho possa voltar ao Brasil.

“Ele é um patrimônio tombado do nosso esporte, é uma fera. Pelo amor de Deus, gente. Não esqueça desse homem, não. Faz uma troca, manda um para lá. O homem tem que voltar para o Brasil. Ele é nosso. Autoridades paraguaias também, do nosso país irmão, dividindo com a gente, pensem bem no que estão fazendo com um dos maiores ídolos de todos os tempos do futebol mundial”, concluiu Leonardo.

Durante a primeira entrevista dada após a prisão, Ronaldinho Gaúcho afirmou ter sido surpreendido ao descobrir que a documentação que utilizou para entrar no Paraguai era falsa, o que o levou a ser preso.

“Desde que isso aconteceu, a intenção foi colaborar com a Justiça para esclarecer isso. Até hoje, explicamos tudo e facilitamos o que a Justiça nos solicitou. Foi duro, nunca imaginei que fosse passar por uma situação assim”, disse Ronaldinho ao jornal.

Ronaldinho Gaúcho participa de jogo de futebol na cadeia

 

Filhos de Leonardo sofrem acidente de carro no interior de Goiás