Celebridades

Leonardo DiCaprio adere campanha internacional contra Bolsonaro

Ator se posicionou via Twitter na última quarta-feira (9) e teve resposta do ministro do Meio Ambiente


Rayana Caetano
Do Mais Goiás | Em: 10/09/2020 às 20:15:30

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

O ator Leonardo DiCaprio uso as redes sociais nesta quarta-feira (9) para se posicionar e aderir à campanha internacional Defund Bolsonaro. Projeto incentiva boicote a empresas de soja, couro e carne que, segundo a organização Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, teriam relação com as queimadas na Amazônia, ao lado do governo federal brasileiro.

A estrela hollywoodiana compartilhou um vídeo da organização em questão indagando toda a população sobre uma posição na “briga” entre o presidente Jair Bolsonaro e a Amazônia. “Todos os cidadãos, governos e pessoas ao redor do mundo: ‘De que lado você está: da Amazônia ou de Bolsonaro?'”, diz a publicação compartilhada.

Mediante a pergunta, Leonardo respondeu com as hashtags “Corte o financiamento de Bolsonaro”, “Amazônia ou Bolsonaro” e “De que lado você está?”.

 

Briga antiga entre Bolsonaro e Leonardo DiCaprio

Conhecido por seu engajamento em causas ambientais, sociais e políticas, DiCaprio é um velho defensor da Amazônia. Em agosto deste ano, por exemplo, compartilhou uma matéria do jornal The Guardian que abordou o desmatamento na floresta brasileira.

No fim de 2019, durante live no Instagram, Bolsonaro acusou o astro e ativista de financiar ONG acusada de queimadas na Amazônia. “Uma ONG ali pagou R$ 70 mil por uma foto fabricada de queimada. O que é mais fácil? ‘Toca’ fogo no mato. Tira foto, filma, manda para a ONG, a ONG divulga, entra em contato com o Leonardo DiCaprio e o Leonardo DiCaprio doa US$ 500 mil para essa ONG. Leonardo DiCaprio, você está colaborando com as queimadas na Amazônia”, disse o presidente.

Leo desmentiu a acusação. Por meio de nota oficial, afirmou que “Apesar de merecerem apoio”, não financiava as organizações.

Truco

O protagonista de Titanic não ficou sem resposta. Em inglês, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, tuitou, em tom de desafio: “Caro @LeoDiCaprio, o Brasil está lançando o projeto de preservação ‘Adote Um Parque’, que permite a você ou qualquer outra empresa ou indivíduo escolher um dos 132 parques na Amazônia e patrociná-lo diretamente por 10 euros por hectare por ano. Você vai pôr seu dinheiro onde sua boca está?”.

A publicação foi republicada pelo perfil oficial de Bolsonaro.