Do Mais Goiás

Lançado aplicativo para emissão de guias de transferência animal

Ferramenta visa reduzir tempo para produtor rural; objetivo é promover desburocratização

Lançado aplicativo para emissão de guias de transferência animal

Foi lançado nesta quarta-feira (22), aplicativo que vai permitir aos produtores rurais a emissão de documentos sem a necessidade de ir a um posto físico. A iniciativa visa facilitar a vida do produtor rural, como emissão de Guias de Trânsito Animal (GTA) e Notas Fiscais. O aplicativo estará disponível na próxima sexta-feira (24).

“São dois resultados que esperamos, um no foco do nosso contribuinte, promover uma maior facilidade para ele na emissão de documentos e desburocratizar o processo. O outro é melhorar o nosso serviço fiscal, para que isso agilize os processos de abordagem”, disse o gestor de Tecnologia da Informação da Agrodefesa, Carlos Henrique de Castro.

Nesta primeira fase, pelo aplicativo está sendo disponibilizada somente guias para bovinos. Em um segundo momento, a Agrodefesa pretende fazer a expansão de liberação das guias, via celular, para os outros tipos de animais.

Na primeira vez que o produtor baixar a ferramenta no celular, será preciso procurar uma unidade da Agrodefesa para cadastrar a senha de acesso. A disponibilidade é somente para aparelhos Android e faz parte do Sistema de Defesa Agropecuária de Goiás, o Sidago.

“O aplicativo é uma alternativa para emissão de documentos para o produtor rural goiano, em que ele vai emitir a sua GTA Animal no aplicativo da Agrodefesa, sem a necessidade de se dirigir um posto físico da Agrodefesa para emissão de documentos. A primeira versão do aplicativo é para android e restrito para bovinos, queremos lançar novas versões do aplicativo e incluir outros tipos de animais”, declarou Castro.

Atendimento presencial

Além do lançamento do aplicativo, foi assinado entre a Agrodefesa e cooperativas, um termo de cooperação com sindicatos rurais, associações de produtores rurais e cooperativas para ampliar o atendimento aos produtores rurais do Estado.

“Queremos estender para outras regiões dos municípios, a gente já estava presente em 237 dos 246 municípios, queremos o Estado mais próximo do contribuinte”, argumentou o gestor de T.I do órgão.

Atualmente a Agrodefesa tem 237 postos de atendimento e 63 unidades do Vapt Vupt. Com o termo assinado, há ampliação de mais dez unidades, que serão instaladas em Sindicatos Rurais.

O presidente do Sindicato Rural de Rio Verde, Luciano Jayme, avalia que o processos serve para dar agilidade as demandas dos produtores rurais. Ele ressalta que hoje o produtor da região precisa ir a Agrodefesa tirar a GTA (Guia de Transmissão Animal) e depois a um posto da Secretaria de Economia para tirar a nota.

Com o convênio, o produtor pode emitir a guia e a nota em um único local. “Dentro do sindicato haverá os dois tipos de atendimento e isso pode reduzir o trâmite dos processos, o produtor ganhará em agilidade”, declarou Luciano Jayme.

O objetivo é de contribuir para evitar deslocamentos desnecessários. O termo foi assinado com as seguintes cooperativas:

Organização das Cooperativas Brasileiras

Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado de Goiás

Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano- Comigo

Cooperativa Agropecuária Mista de Piracanjuba- Coapil

Cooperativa Mista de Palminópolis

Cooperativa Agropecuária de Córrego do Ouro

Cooperativa dos Produtores Rurais Familiares de Buriti de Goiás

Sindicato Rural de Rio Verde

Sindicato Rural de Guapó

Associação dos Moradores da Areia