Pia pode responder pelo crime

Ladrão é espancado e morto após roubar carro com três crianças dentro

Segundo informações da NBC, tudo começou quando a mãe das três meninas estacionou o carro na porta de uma pizzaria para falar com o namorado, pai de duas das três crianças


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 12/07/2019 às 13:50:16

Segundo informações da NBC, tudo começou quando a mãe das três meninas estacionou o carro na porta de uma pizzaria para falar com o namorado, pai de duas das três crianças
Segundo informações da NBC, tudo começou quando a mãe das três meninas estacionou o carro na porta de uma pizzaria para falar com o namorado, pai de duas das três crianças

Um ladrão foi espancado e morto por um grupo de pessoas após roubar um carro com três crianças pequenas dentro. O caso aconteceu por volta das 21h desta quinta-feira (11) na cidade de Filadélfia, na Pensilvânia (EUA).

Segundo informações da NBC, tudo começou quando a mãe das três meninas estacionou o carro na porta de uma pizzaria para falar com o namorado, pai de duas das três crianças. Neste momento, o bandido, de 54 anos, aproveitou para entrar no veículo, que estava destrancado, e fugir do local.

Ao perceber que as filhas estavam no carro, o homem correu atrás do bandido e conseguiu alcançá-lo ainda no quarteirão seguinte, quando o ladrão ficou preso no trânsito. Foi neste momento que ele conseguiu retirá-lo de dentro do veículo e começou a espancá-lo, no que foi auxiliado por pessoas que passavam pelo local e presenciaram a sequência dos fatos.

Quando a polícia e os paramédicos chegaram ao local, encontraram o ladrão já inconsciente e com diversas lesões graves pelo rosto e na cabeça. Encaminhado para Temple University Hospital, o homem não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

Os agentes, então, levaram o pai e a mãe das meninas para a delegacia , onde ambos prestaram depoimento e cooperaram com a investigação. Agora, os policiais devem buscar os vídeos das câmeras de vigilância do quarteirão para entender como o caso aconteceu e definir se o pai das meninas será indiciado por homicídio ou não.

Ainda de acordo com a publicação, as meninas, de sete meses, um ano e meio e cinco anos, não tiveram qualquer tipo de ferimento e estão em segurança junto com a mãe na casa de parentes. (Com informações do IG)