Celebridades

Kesha acusa Dr. Luke de ter estuprado Katy Perry; produtor nega

Segundo Luke, as acusações da popstar são "sem fundamento", "irresponsáveis" e "desrespeitosas". A cantora teria comentado o suposto estupro trocando mensagens com Lady Gaga


Murillo Soares
Do Mais Goiás | Em: 15/06/2018 às 11:55:46

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

O site The Blast publicou nesta semana que, segundo Kesha, a cantora Katy Perry teria sido estuprada pelo produtor musical Dr. Luke. A popstar teria comentado o assunto trocando mensagens de texto com Lady Gaga. Nesta quinta-feira (14), entretanto, Luke desmentiu a história através de seus advogados.

“A própria Katy Perry confirmou que Dr. Luke não a estuprou”, diz a nota. O texto continua, dizendo que as acusações de Kesha são “sem fundamento”, “irresponsáveis” e “desrespeitosas”.

Luke e Perry trabalharam juntos em três de seus discos: One Of The BoysTeenage DreamPrism. Juntos, estão por trás de alguns dos maiores hits da cantora, como I Kissed a GirlCalifornia GurlsRoar.

BATALHA judicial

Kesha e Dr. Luke travam uma longa batalha judicial desde 2014. A cantora acusa o produtor musical de ter dado drogas a ela contra sua vontade e a estuprado. Segundo a popstar, ele também teria lhe abusado psicologicamente durante uma turnê.

A cantora havia pedido anulação do seu contrato com o produtor e seu selo, a Kemosabe Records. A Justiça dos EUA deu causa ganha a Luke, que continua detendo os direitos autorais de todo o material produzido por Kesha. Hoje, ela pode gravar sem o produtor musical, mas ele dá a provação final em todos os lançamentos da popstar.

Em 2017, Kesha lançou seu primeiro disco desde o início da batalha judicial contra Dr. Luke, Rainbow. Com ele, a cantora conseguiu suas primeiras indicações ao Grammy Awards e foi um sucesso de público e crítica.