Apuração

Justiça ouve testemunhas em caso de Marielle Franco

Processo tramita em segredo de Justiça. Por isso, nome das testemunhas foi preservado. Os ex-policiais Ronnie Lessa e Élcio Queiroz respondem pelo crime


Agência Brasil
Agência Brasil
Do Agência Brasil | Em: 02/08/2019 às 09:52:37

O assassinato de Marielle Franco causou repercussão no país e no mundo (Foto: Renan Olaz/Câmara Municipal do Rio)
O assassinato de Marielle Franco causou repercussão no país e no mundo (Foto: Renan Olaz/Câmara Municipal do Rio)

A Justiça do Rio de Janeiro ouve na tarde de hoje (2) testemunhas do processo sobre os homicídios da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, ocorridos em março do ano passado. A audiência de instrução, na 4ª Vara Criminal da cidade do Rio de Janeiro, está marcada para as 14h.

Como o processo corre em segredo de Justiça, no entanto, a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) não informou quem será ouvido. A imprensa tampouco poderá acompanhar a audiência.

Respondem pelo homicídio os ex-policiais Ronnie Lessa (reformado) e Élcio Queiroz (expulso da Polícia Militar). A vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes foram assassinados com vários tiros dentro do carro da parlamentar, no centro do Rio de Janeiro.

De acordo com a assessoria de imprensa do TJRJ, ainda não há previsão de data para o julgamento do caso.