Do Mais Goiás

Justiça mineira bloqueia mais R$ 5 bilhões da Vale para reparar danos com barragem

Essa foi a terceira decisão judicial contra a Vale após o rompimento da barragem em Brumadinho. Ontem, outros R$ 5 bilhões já haviam sido bloqueados

Depois de bloquear R$ 5 bilhões para a reparação de danos ambientais neste sábado (26), a Justiça mineira deferiu hoje liminar determinando o bloqueio de outros R$ 5 bilhões da Vale para garantir a reparação dos danos às pessoas atingidas pelo rompimento das barragens da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho.

A decisão foi proferida em Ação Cautelar Antecedente proposta pelo Ministério Público de Minas Gerais.

Decisões

Essa foi a terceira decisão judicial contra a Vale após o rompimento da barragem em Brumidinho. Neste sábado (26), a Justiça de Minas Gerais acatou pedido, este da Advocacia-Geral de Minas Gerais, para o bloqueio de R$ 1 bilhão. Além disso, o Ibama anunciou a aplicação de multa de R$ 250 milhões à mineradora por danos ambientais, informação confirmada pelo ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles.

Ainda no sábado (26), o pedido do Ministério Público do estado também foi acatado e determinou o bloqueio de R$ 5 bilhões da Vale. O valor seria utilizado para garantir a adoção de medidas emergenciais e a reparação de danos ambientais decorrentes do rompimento da barragem da empresa em Brumadinho.

*Com informações do Estadão Conteúdo e FolhaPress