Brasil

Justiça manda YouTube retirar 16 vídeos que difamam memória de Marielle

Juíza justificou que material extrapolou o direito à manifestação, vinculando, sem provas, o nome da vereadora a facções criminosas, o que podem caracterizar violação à honra e à imagem da falecida

Agência Brasil | Postado em: 23/03/2018 às 10:51:00
Justiça manda YouTube retirar 16 vídeos que difamam memória de Marielle
Marielle Franco, foi a terceira vereadora negra do RJ | Foto: Guilherme Cunha/Alerj


Compartilhe



Compartilhe