GOIÁS

Justiça do Trabalho transfere R$ 100 mil para Fundo de Combate ao Coronavírus

Dinheiro doado tem origem em multas pagas por empresas que descumpriram normas trabalhistas


Laylla Alves
Do Mais Goiás | Em: 24/03/2020 às 16:59:40

(Foto: TRT)
(Foto: TRT)

A juíza titular da 7ª Vara do Trabalho de Goiânia, Maria das Graças Oliveira, determinou na última segunda-feira (23) a transferência imediata de R$ 100 mil para o Fundo de combate à propagação do coronavírus. O recurso tem origem em multas pagas por empresas que descumpriram normas trabalhistas

O fundo foi criado na semana passada pelo governo de Goiás para ajudar a minimizar os impactos econômicos e sociais gerados pela paralisação de diversos setores econômicos, em função da pandemia causada pelo COVID-19.⁣

O pedido do  Ministério Público de Trabalho (MPT) levou em consideração a necessidade de se unir esforços no sentido de evitar a propagação do coronavírus e a existência de um saldo a ser liberado pelo TRT em uma ação civil pública movida pelo MPT contra um grupo de empresas do ramo imobiliário de Goiânia. No mesmo processo, já haviam sido liberados cerca de R$ 80 mil para a realização de cursos do Projeto Empregabilidade, projeto de capacitação e independência financeira para pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Fundo de Combate à Propagação do Coronavírus

O Fundo de Combate à Propagação do Coronavírus é uma iniciativa conjunta do Governo de Goiás e da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) para mobilizar o máximo de pessoas para ajudar aquelas que precisaram de paralisar suas atividades econômicas para evitar a propagação do coronavírus.

⁣Algumas das ações do fundo são a compra de cestas básicas e vouchers de vale gás para famílias mais vulneráveis a perder a fonte de renda com o fechamento de comércios no Estado.

Pessoas físicas ou jurídicas podem fazer doações na seguinte conta:⁣

Banco Bradesco – 237 / agência: 0244 / conta corrente: 45059-6⁣
Razão Social: Organização das Voluntárias de Goiás
CNPJ: 02.106.664/0001-65
http://www.ovg.org.br/voluntariado/

*Laylla Alves é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Hugo Oliveira