Transporte coletivo

Justiça determina que Setransp não limite viagens com o Cartão Fácil

Também foi determinado que o Setransp ofereça pontos de vendas de recargas das passagens para o Cartão Fácil em número suficiente para atender à demanda





//

Acolhendo pedido liminar feito em ação civil pública proposta pela promotora de Justiça Maria Cristina Miranda, a juíza Maria Umbelina Zorzetti determinou que o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de Goiânia (Setransp) não limite o número de viagens pelo Cartão Fácil com a redução tarifária no sistema do Eixo Anhanguera.

Com a decisão, o acesso às plataformas do eixo poderá ser feita mediante uso do cartão, de modo irrestrito, sem qualquer limitação do número de viagens.

Também foi determinado que o Setransp ofereça pontos de vendas de recargas das passagens para o Cartão Fácil em número suficiente para atender à demanda, implantando um segundo chip nas máquinas de recarga como forma de agilizar o serviço.

Em nota, o Setransp informou que irá cumprir a ordem judicial.