Condenação

Justiça absolve jovem acusado de tentar matar policial militar, em Goiânia

De acordo com a sentença, a dupla deverá cumprir pena em regime fechado. Ambos negam os crimes contra o policial militar


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 17/10/2019 às 19:52:38

Justiça absolve jovem acusado de tentar matar policial militar, em Goiânia (Foto: Vitor Santana/G1)
Justiça absolve jovem acusado de tentar matar policial militar, em Goiânia (Foto: Vitor Santana/G1)

A Justiça absolveu Wilton Dorvalino Marinho da acusação de tentativa de homicídio contra o policial militar Marcus Vinícius Rodrigues Florêncio, em março de ano passado. Entretanto, ele foi condenado a 11 anos de prisão pelos crimes de roubo e receptação.

Além dele, também foi julgado Fernando Henrique de Sousa Alves. Ele, por sua vez, foi condenado  a 15 anos de reclusão por roubo, receptação e adulteração de sinal de identificador de veículo. A decisão foi do juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 3ª Vara de Crimes Dolosos Contra a Vida. Apesar disso, ambos os acusados negaram os crimes.

O Ministério Público (MP-GO) requereu a absolvição de Wilton da acusação de adulteração de sinal de identificador de veículo. A defesa dele, por sua vez, requereu a inocência do acusado dos crimes a ele imputado. Já a defesa de Fernando requereu a absolvição dos crimes de roubo e adulteração de identificador devido a negativa da autoria.

De acordo com a sentença, o júri entendeu a materialidade da tentativa de homicídio. Entretanto, pontuou que o crime “não se consumou por razões alheias à sua vontade.” O documento destaca que o júri acatou a autoria do crime de roubo e receptação. Já contra Fernando, os júri entenderam a materialidade dos demais crimes.

A sentença destaca que as penas devem ser cumpridas na Penitenciária Odenir Guimarães (POG) em regime fechado. Consta, também, que os condenados vão aguardar presos a sentença em julgado da detração penal. O objetivo é reduzir o tempo da prisão preventiva do prazo da condenação final.

Relembre o caso que levou a absolveu do jovem por tentar matar o policial militar

De acordo com o MP, os acusados roubaram um Hyundai HB 20 no dia 13 de março do ano passado. O crime teria acontecido no Parque Amazônia, em Goiânia. A equipe policial de Marcus foi destacada para averiguar o caso.

Após buscas, o veículo foi localizado e os policiais identificaram que a placa estava adulterada. Segundo a PM, na abordagem, Wilton, que estava no banco de trás do veículo, começou a atirar nos policiais. Marcus foi atingido, mas revidou e acertou três disparo em Wilton. Após se recuperar dos ferimentos, ele foi detido.