Do Mais Goiás

Justiça absolve homem por estupro porque vítima estava bêbada

O caso aconteceu em 2017 em Porto Alegre. Na ocasião, a vítima estava em um bar quando chamou um carro via aplicativo para voltar para casa.

Os desembargadores da 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul absolveram um homem que tinha sido condenado a dez anos de prisão em por estupro porque a vítima estava bêbada. O caso aconteceu em 2017 em Porto Alegre. As informações são do Universa, do UOL.

Na ocasião, a vítima estava em um bar quando chamou um carro via aplicativo para voltar para casa. O motorista, Fábio Biachi Machado, teria entrado no apartamento da jovem e feito a agressão.

No dia seguinte, a moça estava com diversos hematomas pelo corpo e sem o celular. Ela descobriu que o motorista estava com o aparelho e que queria R$ 50 para devolvê-lo. O suspeito nega o crime e alega que realizou o ato sexual de forma consensual.

Os juízes alegaram que as lesões apresentadas podem ter sido consensuais e que a mulher tinha bebido tanto que se lembrava “somente de flashes”.

O Ministério Público contestou a decisão e deve tentar reverter a decisão no Superior Tribunal de Justiça ou Supremo Tribunal Federal.